INVESTIGAÇÃO

Polícia Federal prende suspeito de abuso sexual contra crianças em Caruaru

O homem é suspeito dos crimes de estupro de vulnerável, incluindo o estupro da própria irmã e da sobrinha, além da produção e armazenamento de conteúdos envolvendo pornografia infantil

Vitória Floro
Vitória Floro
Publicado em 06/12/2021 às 10:13
Reprodução/Polícia Federal
A investigação teve início em Brasília através do Serviço de Repressão aos Crime de Ódio e Pornografia Infantil (SERCOPI), que enviou o caso para o Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos (GRCC) da Polícia Federal de Penambuco - FOTO: Reprodução/Polícia Federal
Leitura:

A Operação Pseudônimo, iniciada pela Polícia Federal na última sexta-feira (3), realizou o cumprimento de um mandado de busca e apreensão e outro de prisão preventiva, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, de um homem suspeito de abusar sexualmente de crianças, além de produzir e armazenar conteúdos de pornografia infantil. As idades do suspeito e das vítimas não foram divulgados.

O homem é suspeito dos crimes de produção de cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente, armazenamento de imagens contendo abuso sexual infantil e estupro de vulnerável, incluindo o estupro da própria irmã e da sobrinha.

Segundo a Polícia Federal, em seus dois celulares foram encontrados diversas imagens e vídeos envolvendo conteúdo pornográfico infantil e a prisão preventiva foi feita durante a realização da busca e apreensão. As crianças envolvidas prestaram depoimento e foram acompanhadas por conselheiros tutelares durante toda a operação.

O homem teve sua prisão preventiva confirmada em uma audiência de custódia e foi encaminhado para o Sistema Prisional, onde ficará à disposição da Justiça Federal.

A investigação teve início em Brasília, através do Serviço de Repressão aos Crime de Ódio e Pornografia Infantil (SERCOPI), que enviou o caso para o Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos (GRCC) da Polícia Federal de Pernambuco. A partir disso, o caso teve continuidade na Delegacia de Polícia Federal em Caruaru.

Comentários

Últimas notícias