INCÊNDIO NO CENTRO

Prédio de loja de fogos de artifício incendiada no centro do Recife corre risco de desabar? Veja situação

O Corpo de Bombeiros afirmou que foram necessários mais de 20 mil litros de água para apagar as chamas do incêndio

Filipe Farias
Cadastrado por
Filipe Farias
Publicado em 21/05/2022 às 14:14 | Atualizado em 23/05/2022 às 14:15
Wellington Lima / TV Jornal
Incêndio em loja de fogos de artifício no centro do Recife - FOTO: Wellington Lima / TV Jornal
Leitura:

Com informações de Juliana Oliveira, da TV Jornal

Um incêndio de grande proporção atingiu uma loja de fogos de artifício na Rua Padre Muniz, no bairro de São José, no entorno do Mercado de São José, na manhã deste sábado (21). O incêndio teria começado por volta do meio-dia. Apesar de o Corpo de Bombeiros ter chegado ao local rapidamente, as chamas se alastraram rapidamente e provocou apenas danos materiais.

De acordo com informações da repórter Juliana Oliveira, da TV Jornal, a loja de fogos de artifício, que também funcionava como depósito, estava fechada e não tinha nenhum funcionário dentro. Não há nenhum registro de vítimas.

Wellington Lima / TV Jornal
Incêndio em loja de fogos de artifício no centro do Recife - Wellington Lima / TV Jornal
Wellington Lima / TV Jornal
Incêndio em loja de fogos de artifício no centro do Recife - Wellington Lima / TV Jornal
Wellington Lima / TV Jornal
Incêndio em loja de fogos de artifício no centro do Recife - Wellington Lima / TV Jornal
Wellington Lima / TV Jornal
Incêndio em loja de fogos de artifício no centro do Recife - Wellington Lima / TV Jornal
Wellington Lima / TV Jornal
Incêndio em loja de fogos de artifício no centro do Recife - Wellington Lima / TV Jornal

Risco de queda do prédio

Como incêndio foi de grande proporção, o Corpo de Bombeiros enfatizou que o imóvel corre risco de desabamento. "Não vamos arriscar colocar ninguém dentro e nem em cima do telhado porque corre risco de desabar. Estamos abrindo buraco nas edificações vizinhas para ter acesso ao foco", disse o Major Lamartine. "Corre risco de desabamento sim, pois o calor provocou a dilatação das vigas e estruturas, o que não pode mais ser garantida (a segurança)", explicou.

De acordo com o Major Lamartine, do Corpo de Bombeiros, foram necessários mais de 20 mil litros de água para apagar as chamas do incêndio na loja. "Houve uma explosão nesse comercio que tinha fogos de artifício. Não sabemos se esse comércio estava regular, porque para vender fogos tem de ter regras de segurança e a gente percebeu que ele comercializava junto com outras coisas. É preciso checar a regularidade desse imóvel", afirmou.

Cobertura da TV Jornal

Comentários

Últimas notícias