PEDIDO DE DEMISSÃO

As divergências que levaram Nelson Teich a pedir demissão

Nelson Teich pediu demissão do Ministério da Saúde nesta sexta-feira (15), antes de completar um mês no cargo

Alice Albuquerque
Alice Albuquerque
Publicado em 15/05/2020 às 12:37
MARCELLO CASAL JR./AGÊNCIA BRASIL
"Ter divergência não é ter conflito, por isso que a saída foi confortável', disse - FOTO: MARCELLO CASAL JR./AGÊNCIA BRASIL
Leitura:

Sem ao menos ter completado um mês no cargo, o ministro da Saúde, Nelson Teich, pediu demissão nesta sexta-feira (15). As divergências com o presidente da República foi que levaram o, agora, ex-ministro, a pedir demissão.

>> Ministro da Saúde Nelson Teich pede para deixar o governo Bolsonaro

O ex-minsitro Nelson Teich havia assumido a pasta como substituto do também ex-ministro Luiz Henrique Mandetta no dia 17 de abril. 

>> Romoaldo de Souza: ministro Nelson Teich está disposto a tocar afinado com Jair Bolsonaro

>> Nelson Teich mostrou segurança e que tem opiniões próprias, apesar de se dizer "alinhado" a Bolsonaro

 

Veja quais foram as divergências:

- No último dia 11 de maio, o presidente também ampliou as atividades essenciais no decreto para salões de beleza, barbearia e academias de ginástica. Teich ficou sabendo dessa alteração por jornalistas, enquanto concedia coletiva de imprensa no Palácio do Planalto e, ao ser informado, demonstrou estar confuso e justificou que esse tipo de decisão não é atribuição do Ministério da Saúde. 

>> Ministro Nelson Teich deve estar pensando: "onde é que fui amarrar minha égua?"

- O chefe de Estado quis alterar o protocolo do SUS e liberar a aplicação da cloroquina desde o início do tratamento do coronavírus. Bolsonaro fez essa afirmação em videoconferência com empresários de São Paulo e também ressaltou que estava tudo bem com relação ao ministro. "Votaram em mim para eu decidir, e essa decisão da cloroquina passa por mim. É mais do que pedir. Está tudo bem com o ministro da Saúde, tudo sem problema nenhum com ele, acredito no trabalho dele, mas essa questão vamos resolver". 

- Bolsonaro também defende uma flexibilização mais ampla com relação ao plano de diretrizes para a saída do isolamento.

Comentários

Últimas notícias