Covid-19

Bolsonaro diz que ele e ministros tomaram hidroxicloroquina e 'funcionou'

Segundo Bolsonaro, no dia seguinte ao ter tomado a cloroquina 'já estava bom'

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 30/07/2020 às 20:56
Notícia

REPRODUÇÃO/FACEBOOK
Bolsonaro fez transmissão ao vivo na noite desta quinta-feira (30) - FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK
Leitura:
O presidente Jair Bolsonaro disse, durante transmissão semanal ao vivo, que agradece por ter se curado da covid-19 "primeiro a Deus e depois à medicação a hidroxicloroquina que foi dada, que foi a hidroxicloroquina". O presidente recebeu o diagnóstico da doença no último dia 7 e nesta quinta-feira, 30, a primeira-dama Michelle Bolsonaro anunciou ter testado positivo para a doença.
Segundo Bolsonaro, no dia seguinte ao ter tomado a cloroquina "já estava bom". "Se foi coincidência ou não, não sei, mas funcionou", disse Bolsonaro. Segundo o presidente outros ministros que foram diagnosticados com a doença também fizeram uso do medicamento e melhoraram.

Bolsonaro participou da transmissão ao lado do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e do presidente da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), Gilson Machado. Com exceção da intérprete de libras, Bolsonaro, Freitas e Machado apareceram sem máscaras.

Aglomeração em viagem

O presidente Jair Bolsonaro foi recebido por dezenas de pessoas ao desembarcar no aeroporto de São Raimundo Nonato, no Piauí, na manhã desta quinta-feira, 30, em sua primeira viagem após ser diagnosticado com o novo coronavírus no início do mês. No sábado, 25, Bolsonaro anunciou pelas redes sociais que testou negativo para a doença. Com chapéu branco de couro, o presidente montou em um cavalo e acenou para as pessoas que o chamavam de "mito".

Bolsonaro apareceu do lado de fora do aeroporto com máscara, mas logo deixou-a abaixo do queixo enquanto era cercado por apoiadores, alguns sem máscara. Mais cedo, outro grupo de manifestantes protestou segurando faixas criticando a postura do governo no combate ao novo coronavírus.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias