ELEIÇÕES 2020

Bolsonaro: não pretendo participar de eleições municipais no 1º turno

Declaração do presidente foi anunciada neste sábado (8), em publicação no seu perfil oficial do Facebook

Mirella Araújo Agência Estado
Mirella Araújo
Agência Estado
Publicado em 08/08/2020 às 12:02
Notícia

Reprodução
O apoio do presidente Jair Bolsonaro para o primeiro turno das eleições foi pauta durante café da manhã com o diretor do Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo - FOTO: Reprodução
Leitura:
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse neste sábado (8), em sua conta oficial no Facebook, que não pretende se envolver na disputa em primeiro turno das eleições municipais. O assunto foi um dos temas tratados durante o café da manhã com o diretor do Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo. Sem dar detalhes, na publicação o presidente é taxativo: "Não pretendo participar das eleições municipais no 1º turno", afirmou.


>> Com adversários de Doria, Bolsonaro visita obra de ponte em São Vicente

Nos comentários, alguns apoiadores do presidente da República concordaram com seu posicionamento, afirmando que muitos candidatos se aproveitam do nome de Bolsonaro para se elegerem, mas depois de eleitos traem o presidente. Devido à pandemia do coronavírus, a votação em primeiro turno para o pleito municipal foi adiada para 15 de novembro, enquanto o segundo turno ficou marcado para o dia 29 de novembro.

Essa não é a primeira vez que Bolsonaro afirma que não participar ativamente do pleito municipal no primeiro turno. Ele tentou criar o partido Aliança Pelo Brasil, mas não obteve o número de assinaturas necessárias a tempo de disputar a corrida municipal deste ano.  Agora, o movimento espera estar preparado para o cenário eleitoral de 2022. 

Disputas no Recife

 No bloco de oposição ao governo do PSB, no Recife, apesar de os pré-candidatos serem em sua maioria de direita, só alguns nomes fazem questão de estarem ligados diretamente ao presidente Jair Bolsonaro. O deputado estadual Alberto Feitosa (PSC), por exemplo, tem sido um dos principais defensores da ala bolsonarista no Estado. O seu partido, inclusive, filiou as lideranças do Aliança Pelo Brasil, como o coronel Meira, que concorrerá a uma vaga na Câmara Municipal do Recife.

 
"Nosso foco é montar uma estratégia para promover o fortalecimento da direita aqui em Pernambuco, aquele grupo que deu a vitória ao presidente no primeiro turno, com uma votação expressiva de 34% dos votos. Está na hora de pegar essa força e apresentar a ela outros candidatos que também estão alinhados com o presidente Bolsonaro", detalhou Feitosa ao JC
 
O deputado estadual Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB), que também é pré-candidato a prefeito do Recife, é outro nome tido como defensor do governo federal. O parlamentar declarou que o vice-presidente Hamilton Mourão irá apoiar sua candidatura e que acha ser merecedor do apoio do presidente Jair Bolsonaro. 
 
 
"Não fico dizendo que Bolsonaro vai votar em mim, por mais que eu queira e acho que mereço, mas ele está dizendo que não vai votar em ninguém e contra os fatos não há argumentos. Vou fazer um esforço enorme para que isso aconteça. Quero que ele vote porque eu já votei nele, mas se ele não votar, eu vou votar em Bolsonaro de toda forma. Não sou Bolsonaro de ocasião, sou convicção", afirmou Marco Aurélio. 
 
 
 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias