REQUERIMENTO

Vereador do Recife quer que academias sejam consideradas essenciais durante a pandemia de covid-19

Segundo o parlamentar, médicos que representam entidades da área da saúde, como Cremepe, Simepe e Ampe, defendem a prática de atividades e exercícios físicos como benéfica

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 24/03/2021 às 11:24
Notícia
FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Se aprovado pelos parlamentares, o pedido será enviado ao prefeito João Campos (PSB), que poderá ou não acatar a medida - FOTO: FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Leitura:

A prática de atividades e exercícios físicos realizada com o apoio de profissionais ou estabelecimentos especializados, como academias, podem ser reconhecidos como essenciais durante a pandemia de covid-19. É isso que propõe um requerimento do vereador Marco Aurélio Filho (PRTB), que está em tramitação na Câmara Municipal do Recife (CMR). Se aprovado pelos parlamentares, o pedido será enviado ao prefeito João Campos (PSB), que poderá ou não acatar a medida.

Ao justificar o requerimento, o peerretebista lembra das restrições impostas pela pandemia e afirma que médicos que representam entidades da área da saúde como Cremepe, Simepe e Ampe compartilham o mesmo entendimento. “A prática desta atividade pode melhorar a função imunológica, otimizando a defesa do organismo diante de agentes infecciosos, redução das chances de pessoas fisicamente ativas apresentarem doenças como, diabetes, hipertensão e outras doenças cardiovasculares, patologias crônico-degenerativas.”

Audiência pública

O parlamentar também apresentou outro requerimento para solicitar aos colegas a realização de uma audiência pública para debater a essencialidade da prática de atividade física e exercícios físicos realizados durante a pandemia. Se aprovada, a reunião a ser realizada na modalidade remota, ocorrerá no dia 14 de abril de 2021, das 10h às 12h. Nessa terça-feira (23), Marco Aurélio fez uso da tribuna virtual da Câmara para defender os requerimentos.

“Quero registrar que essa pauta não é só minha. É uma pauta do deputado federal Felipe Carreras (PSB), do deputado estadual Gustavo Gouveia (DEM), do vereador Fred Ferreira (PSC), da vereadora Andreza de Romero (PP). Quando a gente fala do bem do Recife, a gente tem que unir esforços”, disse o parlamentar.

“E é por isso que eu venho nesta manhã pedir para que nós possamos tornar o serviço dos profissionais de educação física essencial na cidade de Recife. Já é comprovado que há uma redução de 30% a 40% de complicações maiores nos pacientes acometidos pela covid-19 quando eles praticam exercício regularmente”, afirmou ele, se referindo a um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS) publicado na plataforma preprint MedRxiv.

Ações na Justiça

Em uma frente diferente, o Conselho Regional de Educação Física da 12ª Região - Pernambuco (Cref12-PE) e o Sindicato das Academias de Pernambuco (Sindcad-PE) ingressaram com ações no Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) em busca de decisões liminares, isto é uma ordem judicial provisória, que autorizem o funcionamento de academias e a prática de atividades físicas realizadas por educadores físicos.

O pedido apresentado pelo Cref12-PE não foi acatado pelo TJPE. Já a ação movida pelo Sincad-PE ainda está em tramitação no tribunal e aguarda a manifestação do Governo do Estado nos autos. “Há uma tentativa de liberação pela via judicial, mas não abandonamos a via administrativa. Estamos mantendo um diálogo com o Estado para demonstrar a importância das atividades físicas”, afirma o presidente do Sincad-PE, Paulo Silveira.

Comentários

Últimas notícias