Comissão de Inquérito

CPI da Covid encerra sessão sem decidir se convoca Geraldo Julio; requerimento deve ser votado na próxima semana

Ex-prefeito do Recife pode ser convocado para falar sobre uso de recursos do SUS durante sua gestão

JC
JC
Publicado em 26/05/2021 às 13:06
Notícia
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Geraldo Julio (PSB), ex-prefeito do Recife e atual secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia no Senado Federal não votou, nesta quarta-feira (26), o requerimento que pede a convocação do ex-prefeito do Recife Geraldo Julio (PSB). Ele estava à frente da Prefeitura do Recife no início da pandemia no Brasil, em março de 2020, até dezembro, quando encerrou o mandato.

O requerimento para a convocação do ex-prefeito é do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE). Ele justifica que Geraldo precisa esclarecer os detalhes da operação Casa de Papel, realizada pela Polícia Federal para investigar supostas fraudes praticadas pela Secretaria de Saúde do Recife com recursos repassados pelo SUS.

O presidente da CPI, senador Omar Aziz, afirmou que os requerimentos que estavam pautados para esta quarta-feira que não foram votados, devem ser avaliados na próxima terça-feira (1º)

LEIA MAIS:

Requerimento de convocação para Geraldo Julio depor CPI da Covid é oficializado. Veja o documento

MPF na 5ª Região defende prisão preventiva de envolvidos na Operação Casa de Papel

MPF denuncia ex-secretário de Saúde do Recife e mais cinco por suspeita de desvio de recursos da pandemia da covid-19

Ex-prefeito do Recife Geraldo Julio não é alvo de investigações do MPF, mas procuradora afirma que "nada impede" que outras investigações possam surgir

A gestão de Geraldo foi alvo de operações da Polícia Federal por supostas irregularidades em compras com recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) no âmbito do combate ao coronvírus (covid-19).

Hoje, Geraldo é secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, nomeado pelo governador Paulo Câmara (PSB). Como informou o Blog de Jamildo, a aprovação da convocação já foi pactuada pelos senadores para ser votada nesta quarta-feira e foi firmada por parlamentares das alas oposicionista, governista e independente.

Geraldo Julio

Geraldo Julio, se posicionou sobrea possibilidade de ir ao Senado prestar esclarecimentos sobre a operação Casa de Papel. De acordo com o ex-chefe do Executivo municipal, "todos os atos da administração pública estão sujeitos à apuração, isto faz parte da democracia;", disse, em nota enviada ao JC.

Ainda segundo Geraldo Julio, "o requerimento, que ainda será apreciado, é para prestar depoimento como testemunha e não como investigado". "A Secretaria Municipal de Saúde já prestou todos os esclarecimentos necessários aos órgãos de controle e demonstrou a legalidade dos atos; Os Hospitais Provisórios do Recife salvaram milhares de pessoas dessa terrível doença", concluiu a nota.

Sobre a operação, a Controladoria-Geral da União (CGU) afirmou à época que “na investigação foram identificados indícios de irregularidades nas aquisições de materiais médico-hospitalares, tais como favorecimento na contratação, interpostas pessoas no quadro social da empresa (laranjas), sócios ocultos como verdadeiros proprietários e de lavagem de dinheiro. Os valores envolvidos nesse contrato chegam a R$ 7,5 milhões”.

Comentários

Últimas notícias