Manifestação

Vai ter mesmo motociata a favor de Bolsonaro no Recife? Veja o que se sabe até agora

MPPE recomendou que não fosse realizado nenhum ato que gerasse aglomerações neste final de semana no Recife

JC
JC
Publicado em 18/06/2021 às 11:14
Notícia
ISAC NÓBREGA/PR
MULTIDÃO Ato com presença do presidente provocou aglomeração - FOTO: ISAC NÓBREGA/PR
Leitura:

Atualizada às 18h22

O Movimento Aliança (patriota) Por Pernambuco decidiu, nesta sexta-feira (18), cancelar a "motociata" em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), prevista para o próximo domingo (20), no Recife. A decisão veio após uma recomendação do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) para que não haja nenhum ato contra ou a favor do governo federal no Estado para evitar a proliferação do coronavírus.

De acordo com o grupo, a "Motociata Acelera, Patriota!" não vai mais ocorrer "para que não haja nenhum constrangimento ou atos de coerção por parte de agentes públicos, por ordem superior", pois, na recomendação do MPPE, estaria especificado que, caso a orientação não fosse acatada, "poder-se-ia usar a força policial, inclusive com apreensões de veículos".

Em nota divulgada à imprensa, o grupo questiona as reais intenções do MPPE ao editar a recomendação. "Enquanto cidadãos, defendemos o direto à vida, ao trabalho, à educação, a igualdade, à liberdade, à propriedade e acreditamos que exercer a cidadania plena, expressão fiel do exercício da democracia, é poder ter a liberdade para participar de uma sociedade onde os direitos do cidadão sejam respeitados, e isso não está acontecendo, como vimos constatando no decorrer dessa pandemia, o que nos leva a questionar os reais motivos da recomendação, uma vez que outras carreatas já aconteceram, sempre de forma ordeira e pacífica, sem que representasse algum aumento de contágio do vírus, mas, por sermos pacíficos e ordeiros e prezarmos pelo nosso povo para que nada de mal lhes aconteça, acataremos a recomendação, apesar de considerarmos esse ato uma transgressão à liberdade", diz o texto.

A concentração do ato seria no Parque Dona Lindu, em Boa Viagem, Zona Sul da capital pernambucana. De lá, os manifestantes iriam dirigir para o Centro de Convenções de Pernambuco, no bairro de Salgadinho, em Olinda. As motociatas em favor de Bolsonaro vem sendo realizadas em outras cidade do País. No último domingo (13), foi a vez de São Paulo.

Apesar do cancelamento do evento organizado pelo Movimento Aliança (patriota) Por Pernambuco, apoiadores do presidente que não são vinculados a grupos organizados garantem que irão, sim, às ruas do Recife em defesa de Bolsonaro. "O nosso movimento não foi proibido pelo Ministério Público e pelo Governo do Estado porque nós mostramos as normas de distanciamento na concentração, afirmamos que não vamos ter comício, que não vamos ter faixas, vai todo mundo de verde e amarelo fazer um passeio pró-Bolsonaro", explicou o fotógrafo Paulo Kemmer.

Nesta mobilização, a concentração será na beira-mar de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, nas proximidades da igrejinha do bairro, às 10h. Eles seguirão até o Centro de Convenções, em Olinda. "Nosso movimento é pró-Bolsonaro e suas pautas. Queremos o voto auditável, a independência dos Poderes e o respeito ao mandato do presidente eleito nas últimas eleições", detalhou Kemmer.

MPPE

Na recomendação (03/2021) expedida pelo MPPE nessa quinta-feira (17), o MPPE pede que os envolvidos na organização das manifestações se abstenham de provocar aglomerações, para prevenção de contágio pelo novo coronavírus. 

O órgão considera o atual decreto estadual em vigor (Decreto Estadual nº 50.846) com as medidas restritivas no estado. Ele estabelece que "permanece vedada no Estado a realização de shows, festas, eventos sociais e corporativos de qualquer tipo, com ou sem comercialização de ingressos, em ambientes fechados ou abertos, públicos ou privados, inclusive em clubes sociais, hotéis, bares, restaurantes, faixa de areia e barracas de praia, independentemente do número de participantes". 

O MPPE dirigiu a recomendação para os representantes do grupo Aliança por Pernambuco e demais grupos e movimentos que estava convocando a população. De acordo com o órgão, uma cópia do documento foi encaminhada para o Ministério Público Federal (MPF) para conhecimento, uma vez que circulavam informações sobre a possibilidade de Jair Bolsonaro participar do ato. 

Comentários

Últimas notícias