declaração

Bolsonaro relaciona inflação a aumento de consumo: 'Todo mundo engordou um pouco mais' '

Declaração foi dada na noite dessa quinta-feira (9), durante transmissão ao vivo realizada semanalmente pelo chefe do Executivo

Bruna Oliveira
Bruna Oliveira
Publicado em 10/09/2021 às 13:40
Notícia
REPRODUÇÃO/FACEBOOK
O presidente Jair Bolsonaro comendo pastel no Distrito Federal, em 2019 - FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK
Leitura:

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) relacionou a inflação de alimentos com o aumento de consumo da população brasileira. De acordo com ele, "todo mundo engordou um pouco mais' durante a pandemia da covid-19. Declaração foi dada  na noite dessa quinta-feira (9), durante transmissão ao vivo realizada semanalmente pelo chefe do Executivo. 

"Aumentou a inflação no Brasil. Não vou negar que não aumentou. Por que aumentou no Brasil? Não foi só no Brasil, foi no mundo todo. O mundo todo passou a consumir mais. Além do mundo crescer em média mais de 60 milhões de habitantes por ano, ele passou a consumir mais. O pessoal ficou mais em casa", alegou.

 

De acordo com o presente, apesar de muitos brasileiros passarem fome, a quantidade de pessoas que passaram a comer mais foi maior. "Aí o povo fala: não, o pessoal passou fome. Olha, muitos brasileiros passam mal. Sei disso. Alguns passam fome? Sim, passam fome. Mas a média dos que passou (sic) a comer mais foi bem maior. Se você perguntar em casa, ou olhar para você e lembrar quanto você pesava no passado e pesa agora, na média, todo mundo engordou um pouco mais. É uma realidade. Vão querer debochar de mim, descer o cacete em mim, mas é uma realidade", disse.

Uma pesquisa realizada pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Penssan) aponta que, em 2020, 19 milhões de brasileiros se encontravam em situação de fome no País.

Além de falar sobre o consumo de alimentos, Bolsonaro pediu para que a população economize energia, já que, segundo ele, o Brasil enfrenta atualmente a maior crise hidrológica da história do Brasil.

"Deixa eu fazer um pedido para a maioria dos brasileiros. Por favor, dá pra você apagar uma luz dentro de casa agora. Quando eu cheguei no Alvorada tinha uma piscina olímpica, tinha aquecedor elétrico, eu gostava de tomar banho lá. "Quanto deve gastar por mês?" "Uns R$ 10 mil". Mas aí eu mandei: 'Desliga'. Desde quando eu assumi não tem energia lá", pediu o presidente.

 

 

 

Comentários

Últimas notícias