bloqueio

Em vídeo, Zé Trovão anuncia fim da paralisação dos caminhoneiros

Ele foi um dos líderes da manifestação que teve início na última terça-feira (7)

Bruna Oliveira
Cadastrado por
Bruna Oliveira
Publicado em 10/09/2021 às 16:06
REPRODUÇÃO/REDES SOCIAIS
Zé está na mira das autoridades brasileiras desde agosto, quando foi alvo de mandados de busca e apreensão em razão das suspeitas de articular um ato antidemocrático - FOTO: REPRODUÇÃO/REDES SOCIAIS
Leitura:

O caminhoneiro bolsonarista Marcos Antônio Pereira Gomes, autodenominado "Zé Trovão", divulgou um vídeo, nesta sexta-feira (10), em que informa que a paralisação do grupo que bloqueou rodovias do Brasil desde a última terça-feira (7) chegou ao fim. Zé Trovão foi um dos líderes da manifestação. Considerado foragido da Justiça, o caminhoneiro foi localizado pela Polícia Federal no México.

"Estamos dando por encerrada a paralisação nacional com orgulho e alegria muito grande, porque ontem
muitos acharam que o presidente havia nos abandonado. Mas a reunião que durou mais de 2h foi muito decisiva. O presidente colocou a sua popularidade abaixo da gestão para que o Brasil tenha equilíbrio", disse o caminhoneiro.

>> Aliados de Bolsonaro anunciam que vão à Justiça por liberdade de Zé Trovão

Além disso, Zé Trovão falou que, nesse momento, os caminhoneiros bolsonaristas conseguiram "respeito do mundo e de muita gente na política, que a partir de agora tomará cuidado em suas ações". Ele ainda agradeceu à bancada bolsonarista que entrou com pedido de seu habeas corpus.

A ordem de prisão contra o caminhoneiro é da última sexta-feira (3) expedida pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF, a pedido da Procuradoria-Geral da República. Zé Trovão é investigado por incitar atos com contornos violentos no 7 de setembro contra o STF e contra o Congresso Nacional. Apesar das restrições, ele segue, pela internet, orientando caminhoneiros a favor de Bolsonaro e incentivando a paralisação total da categoria.

Antes de ter a ordem de prisão decretada, ele havia descumprido medidas cautelares de Alexandre de Moraes, como a que o proibiu a participar de transmissões pelas redes sociais. Além disso, driblou a ordem de bloqueio da chave Pix por meio da qual arrecadava recursos para financiar as manifestações divulgando um novo número.

No vídeo, o bolsonarista agradeceu, ainda, quem apoiou a paralisação da categoria. "Agradeço cada brasileio que lutou ao meu lado, cada caminhoneiro que jamais desistiu da nossa luta. Vocês são heróis, estão fazendo história ao vivo", falou.

Comentários

Últimas notícias