Eleições 2022

Coronel Meira anuncia desembarque do PTB e entrada no PL

De acordo com Meira, a decisão foi tomada depois de uma "convocação oficial" do presidente Jair Bolsonaro (PL) e do ministro Gilson Machado Neto (PL)

Renata Monteiro
Cadastrado por
Renata Monteiro
Publicado em 30/03/2022 às 18:49 | Atualizado em 30/03/2022 às 18:49
REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Em entrevista recente, Meira afirmou que situação do PTB em Pernambuco é "muito difícil" - FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Leitura:

O presidente estadual do PTB, Coronel Meira, anunciou nesta quarta-feira (30) que vai desembarcar da sigla e está de malas prontas para o PL. De acordo com o dirigente partidário, a decisão foi tomada depois de uma "convocação oficial" do presidente Jair Bolsonaro (PL) e do ministro Gilson Machado Neto (PL), que desejam fortalecer a chapa majoritária da legenda em Pernambuco, que conta com o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, na posição de pré-candidato a governador, e o próprio Gilson como postulante ao Senado.

De acordo com a equipe de Meira, antes de ser convidado por Bolsonaro para entrar no PL, a proposta já havia sido feita pelos irmãos Anderson e André Ferreira e pelo deputado estadual Alberto Feitosa. "Fico muito contente em ter sido lembrado pelo presidente Bolsonaro e demais correligionários. Para mim, é uma honra atender a mais um chamado do presidente para lutar contra o PSB de Paulo Câmara, além de combater Lula e o PT, que quer voltar à cena do crime. Estou pronto e em posição de sentido para trabalhar e reeleger Bolsonaro", afirmou Meira, através de nota.

Na última segunda-feira (28), em entrevista à Rádio Clube, o presidente do PTB-PE disse desejar que o seu partido integrasse a majoritária do PL e que a situação dos trabalhistas pernambucanos seria "muito difícil". Há alguns meses, o PTB vive uma crise nacional e, localmente, a agremiação mostrou ter dificuldades para montar chapas de deputados estaduais e federais para a eleição de outubro. Além disso, na janela partidária que se encerra nesta semana, a sigla perdeu os dois deputados estaduais que tinha na Alepe, Álvaro Porto, que migrou para o PSDB, e Romero Sales Filho, que agora está no União Brasil.

"Neste momento de renovação na política, quero agradecer ao amigo Roberto Jefferson que me abriu as portas do PTB-PE, ao Marcus Vinicius, atual presidente do PTB Nacional, e a toda Executiva do Partido pelo apoio e pela luta para manter o partido forte e pujante no Brasil. Saio com o sentimento de dever cumprido e levo comigo o espírito de luta do PTB e de Roberto Jefferson por um Brasil melhor: e como militar, sigo para o PL, pois missão dada é missão cumprida", declarou.

Comentários

Últimas notícias