Executivo

Indicados pelo PT, novos secretários estaduais são empossados por Paulo Câmara

Os dois foram frutos da indicação do PT ao governador Paulo Câmara e oficializa o retorno do partido a estrutura administrativa do Estado.

Mirella Araújo
Cadastrado por
Mirella Araújo
Publicado em 03/05/2022 às 19:43
Hélia Scheppa/SEI
os novos secretários estaduais de Cultura, Oscar Barreto, e de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Edilázio Wanderley foram empossados - FOTO: Hélia Scheppa/SEI
Leitura:

O governador Paulo Câmara empossou, nesta terça-feira (03), em cerimônia no Palácio do Campo das Princesas, os novos secretários estaduais de Cultura, Oscar Barreto, e de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Edilázio Wanderley. Os dois foram frutos da indicação do Partido dos Trabalhadores e oficializa o retorno da sigla petista a estrutura administrativa do Estado.

Diante de um salão lotado com a presença de familiares, lideranças partidárias, políticos e pessoas ligadas ao PT,  Paulo Câmara criticou a forma como o presidente Jair Bolsonaro (PL) tem conduzido as áreas  cultural e social no país.

“Toda a nossa equipe está à disposição, e vocês vão ter condições de fazer o que precisa ser feito para Pernambuco avançar. Quero ressaltar que essas duas áreas foram muito negligenciadas pelo governo federal, mas aqui no Estado não permitimos que isso acontecesse. Vocês vão fazer a diferença para que a gente possa mostrar ao Brasil que é olhando para as pautas estratégicas e ampliando as políticas sociais que a gente vai entregar o que a população precisa”, afirmou o chefe do Executivo estadual.

Substituindo Joelson Rodrigues, que volta a responder pela secretaria executiva de Assistência Social, Edilázio Wanderley ressaltou que, apesar do tempo curto, há muito trabalho a ser realizado. “Precisamos aperfeiçoar os programas e ações que já estavam em andamento na secretaria, para que possamos contribuir para o desenvolvimento social do Estado”, frisou o novo secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude.

“Nós vamos integrar a equipe do governador, integrar as ações do mandato e trazer essa identidade popular, em conjunto com os trabalhadores. Vamos colocar o governo mais perto da cultura popular”, disse o secretário de Cultura, Oscar Paes Barreto. Ele substitui Gilberto Freyre Neto, que assume a secretaria-executiva de Relações Internacionais da Assessoria Especial do Governo.

PERFIS

Natural de Águas Belas, Edilázio Wanderley é advogado com histórico de militância junto aos movimentos sociais e sindicais. Foi superintendente do Incra e dirigente da Fetape. Ocupou também a chefia de gabinete do deputado estadual Doriel Barros (PT).

 Já Oscar Paes Barreto é gestor em Administração e Recursos Humanos. Foi secretário municipal de Saneamento do Recife, diretor adjunto da Companhia de Serviços Urbanos do Recife (CSURB) e secretário executivo de Agricultura de Pernambuco. Como suplente, em 2011 assumiu uma vaga na Assembleia Legislativa. Estava exercendo a coordenadoria de Gestão Fundiária no Porto de Suape.

 

Comentários

Últimas notícias