gastos

Em 35 dias, Governo Bolsonaro gastou R$ 4,2 milhões com cartão corporativo, diz colunista

Dados são de um levantamento feito pelo deputado federal Elias Vaz (PSB-GO) junto ao Portal da Transparência

Ana Maria Miranda
Cadastrado por
Ana Maria Miranda
Publicado em 07/05/2022 às 12:43
JEFFERSON NASCIMENTO/JC IMAGEM
Bolsonaro em motociata - FOTO: JEFFERSON NASCIMENTO/JC IMAGEM
Leitura:

O Governo Bolsonaro gastou cerca de R$ 4,2 milhões com cartões corporativos nos últimos 35 dias. As informações, divulgadas pela colunista Bela Megale, de O Globo, estão em um levantamento do deputado federal Elias Vaz (PSB-GO) junto ao Portal da Transparência.

De acordo com o levantamento do deputado, foram gastos R$ 4.208.870,16 em 35 dias. O número é pouco menor do que o valor gasto com cartões corporativos ligados à Presidência da República entre janeiro em março (R$ 4,6 milhões).

Do valor gasto de 1º de abril a 5 de maio, R$ 2.894.851,20 foram despesas da Secretaria Especial de Administração da Presidência.

O cartão ligado à Agência Brasileira de Inteligência (Abin) registrou gastos de R$ 933.789,24. No Gabinete de Segurança Institucional (GSI), os gastos foram de R$ 380.229,72.

Investigação dos gastos

O deputado informou que irá fazer uma representação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para solicitar uma investigação dos gastos. Ele apontou ainda que são os brasileiros que estão pagando pelas motociatas promovidas pelo atual presidente, pré-candidato à reeleição, pelo Brasil.

"O presidente Bolsonaro continua mantendo os gastos em sigilo, contrariando o discurso que fez durante todo o tempo que foi deputado", disse Elias Vaz, à coluna de O Globo.

Comentários

Últimas notícias