Eleições 2022

Ciro Gomes reage após investida de Lula e reafirma candidatura 'até o fim'

Lula tenta atrair o partido de Ciro para apoiar sua candidatura

Cássio Oliveira
Cadastrado por
Cássio Oliveira
Publicado em 12/05/2022 às 8:45
Alexandre Gondim/Acervo JC Imagem
Presidenciável Ciro Gomes - FOTO: Alexandre Gondim/Acervo JC Imagem
Leitura:

Ex-governador e pré-candidato à Presidência, Ciro Gomes (PDT), afirmou, nesta quarta-feira (11), que manterá sua candidatura "até o fim". "E vencerei no 2º turno", diz.

Ciro publicou um vídeo nas redes sociais argumentando que, sem sua candidatura, a polarização aumentaria no momento em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) estagnou e Jair Bolsonaro (PL) se sustenta nas pesquisas de intenção de votos para a Presidência.

"Se não fosse assim, por que um presidente que não governa, que não consegue controlar a inflação, o desemprego, a corrupção, a fome e a miséria se mantém competitivo? Unicamente porque a sombra de Lula e do petismo obscurecem o cenário".

PDT

Ciro se pronunciou um dia depois de o Estadão revelar que Lula entrou pessoalmente nas articulações com o objetivo de atrair o PDT para a aliança em torno de sua candidatura, aumentando a pressão para que Ciro desista da disputa.

A cúpula do Partido dos Trabalhadores tem oferecido apoio a mais candidatos do PDT nos Estados, dispondo-se até mesmo a desfazer acertos firmados anteriormente.

Na lista das ofertas estão o Rio de Janeiro - onde a Executiva petista já aprovou a aliança com o deputado Marcelo Freixo (PSB) ao governo -, o Ceará e o Maranhão.

Comentários

Últimas notícias