encontro

Elon Musk vem ao Brasil nesta sexta-feira para reunião com Bolsonaro; saiba mais

Dono da Tesla e da SpaceX, homem mais rico do mundo também pretende comprar o Twitter

Ana Maria Miranda
Cadastrado por
Ana Maria Miranda
Publicado em 20/05/2022 às 7:20 | Atualizado em 20/05/2022 às 8:09
Reprodução.
Elon Musk é considerado o homem mais rico do mundo - FOTO: Reprodução.
Leitura:

O bilionário Elon Musk, CEO da Tesla e da SpaceX, desembarca no Brasil nesta sexta-feira (20) para uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro (PL) no estado de São Paulo. As informações são do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

A vinda do homem mais rico do mundo ao Brasil foi confirmada nesta manhã pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria, através do Twitter. De acordo com nota publicada na rede social em português e inglês, Faria fez o convite ao empresário, e o tema da reunião com o governo brasileiro será "Conectividade e Proteção da Amazônia".


Durante live semanal, Bolsonaro não citou nomes, mas comentou sobre a reunião: "Tenho encontro com uma pessoa muito importante que é reconhecida no mundo todo e vem para cá oferecer ajuda à nossa Amazônia".

O governador do Amazonas, Wilson Lima (União Brasil), publicou em maio um tweet afirmando que Musk havia demonstrado interesse em trazer a SpaceX para o País. "Vamos trabalhar para consolidar esse negócio. Venham conhecer a Amazônia! A Amazônia está chamando vocês", escreveu, na ocasião.


O encontro será um almoço no hotel Fasano Boa Vista, em Porto Feliz, no interior paulista, e contará ainda com a presença de ministros e empresários representantes de BTG Pactual, Riachuelo, as operadoras de telefonia Oi, Claro e TIM, entre outros.

Além de dono da Tesla e da SpaceX, Elon Musk pretende comprar o Twitter, apesar de o acordo de compra estar suspenso temporariamente. A aquisição é defendida por bolsonaristas, uma vez que uma das principais bandeiras do bilionário é a liberdade de expressão.

Musk fez uma proposta de compra da rede social pelo valor de US$ 44 bilhões. Na semana passada, ele informou que a aquisição estava "temporariamente suspensa" por preocupações com o percentual de contas falsas na rede social.

O Twitter, por sua vez, disse estar comprometido a concluir o acordo de venda para Musk "o mais rápido possível".

Comentários

Últimas notícias