CHOCOU O BRASIL

Caso Daniella Perez vai virar série; relembre o crime brutal e a motivação

Atriz foi assassinada aos 22 anos por ator com quem fazia par romântico em novela da TV Globo

Romero Rafael
Romero Rafael
Publicado em 14/09/2021 às 19:37
Notícia
Reprodução
Daniella Perez foi assassinada por ator com que fazia par romântico em novela da TV Globo - FOTO: Reprodução
Leitura:

Não há uma história mais brutal nos bastidores da teledramaturgia brasileira do que o assassinato da atriz Daniella Perez, filha da autora Gloria Perez, aos 22 anos. O crime bárbaro foi cometido em dezembro de 1992 pelo então ator Guilherme de Pádua e sua esposa, Paula Thomaz. Daniella Perez e Guilherme de Pádua formavam par romântico na novela "De Corpo e Alma", escrita por Gloria.

O assassinato que chocou o Brasil renderá uma série documental de cinco episódios, produzida pela HBO Max, contada a partir da perspectiva de Gloria Perez. O roteiro e a direção são de Tatiana Issa e Guto Barra.

O caso

Era 28 de dezembro de 1992, quando Daniella Perez e Guilherme de Pádua gravaram a cena do fim do namoro de seus personagens, Yasmin e Bira, na novela "De Corpo e Alma". Após as gravações, o ator teve uma crise de chorou e procurou a atriz em seu camarim. Segundo camareiras da TV Globo, ele estava nervoso e entregou bilhetes a ela. Segundo as investigações, o ator acreditava que seu personagem estava perdendo espaço.

Guilherme de Pádua, tendo a esposa, Paula Thomaz, como cúmplice, arquitetou um plano para sequestrar Daniella Perez, o que foi testemunhado por frentistas de um posto de gasolina do Rio de Janeiro. A atriz foi agredida, até ficar desacordada, e levada a um matagal, onde foi apunhalada 18 vezes, até morrer.

O casal confessou o crime à Justiça e cumpriu somente sete anos de prisão, embora ele tenha sido condenado a 19 e ela, a 18.

A motivação

Guilherme de Pádua havia assediado Daniella Perez, que era casada com o ator Raul Gazolla, visando se beneficiar por ela ser filha da autora da novela, Gloria Perez. Na semana do crime, quando ficou inseguro ao receber os capítulos da novela e perceber que seu personagem não estaria presente em dois capítulos, associou que seu personagem havia sido reduzido por influência de Daniella, supondo que ela teria contado à mãe do assédio. Guilherme de Pádua também teria manipulado a esposa, que estava grávida, provocando-lhe ciúme.

Comentários

Últimas notícias