ENTENDA

Anac arquiva processo sobre avião de Aeroclube que causou a morte de Gabriel Diniz

Cantor completaria 31 anos nesta segunda-feira (18)

Gabriela Andrade
Gabriela Andrade
Publicado em 18/10/2021 às 10:49
Notícia
Gabriel Diniz (Imagem: Divulgação)
Gabriel Diniz (Imagem: Divulgação)
Leitura:

Os autos da investigação sobre se a aeronave do Aeroclube de Alagoas que caiu em 2019 e matou o cantor Gabriel Diniz, fazia táxi aéreo irregular; foram arquivados.

Segundo o portal G1, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) afirma que o procedimento ocorreu por causa de um erro administrativo, sendo necessário para a abertura de novos autos e o prosseguimento do processo.

Em nota, a ANAC informou que os autos tiveram um erro administrativo de instrução no momento do registro, o que levou a junta julgadora de primeira instância da ANAC a arquivá-los para que a área de fiscalização emita novos autos, com as capitulações infracionárias corretas, além de todas as informações apuradas durantes ao longo do processo.

Outro lado 

Em setembro desse ano, o Aeroclube de Alagoas postou em seu perfil no Instagram que o processo havia sido arquivado e que eles haviam sido inocentados da acusação. Por sua vez, a ANAC esclareceu que ainda não existe uma decisão “terminativa de mérito sobre o assunto”, e o processo está em curso, não foi encerrado.

O Aeroclube nega que o avião fazia táxi aéreo ilegal quando caiu. Em 2020, a ANAC j á havia divulgado que a conclusão era de que a aeronave PT-KLO estava fazendo táxi aéreo ilegal e remeteu o resultado à Polícia Federal.

O processo administrativo aberto pela Anac conta com cinco autos de infração emitidos contra o Aeroclube de Alagoas. Confira postagem feita pelo Aeroclube de Alagoas sobre o arquivamento do processo:

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias