PROCESSADO

Travis Scott é processado em US$750 milhões após tragédia; Drake também é citado

Centenas de vítimas e familiares entraram com um processo contra Travis Scott e outros nomes após o incidente durante show do rapper que matou 10 pessoas; Kylie e Scott seriam capas da W Magazine, que não irá promover a edição

Lívia Maria
Lívia Maria
Publicado em 17/11/2021 às 18:18 | Atualizado em 17/11/2021 às 18:21
Reprodução/Instagram
Travis Scott - FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

O rapper Travis Scott foi citado em um processo de mais de $750 milhões de dólares aberto na última terça-feira em nome de 125 vítimas da tragédia ocorrida durante o show do cantor no festival Astroworld, incluindo a família de um homem que morreu na ocasião.

O novo processo foi apresentado em Houston pelo advogado Tony Buzbee após centenas de outros processos terem sido movidos por familiares de vítimas e frequentadores do festival alegando “negligência” por parte da produção após a tragédia.

Entre os autores do processo, está a família de Axel Acosta, de 21 anos, que morreu em decorrência dos ferimentos sofridos durante o show de Travis Scott, quando o público foi esmagado e sufocado uns pelos outros ao avançar em direção ao palco. O time legal por trás do processo alega que Acosta teve uma parada cardíaca por ter sido esmagado na multidão “com tanta força que ele não conseguia mais respirar”.

“Certamente, nem Travis Scott ou seus parceiros exclusivos, serviço de streaming, gravadoras, equipe de palco, gerentes, agentes, promoters, organizadores ou patrocinadores se importavam o suficiente com Axel Acosta e os outros frequentadores do show para fazer, pelo menos, um esforço mínimo para mantê-los seguros”, diz o texto do processo.

Assim como outros processos abertos contra o rapper após o ocorrido, essa nova ação legal detalha supostos comportamentos de Scott alegando “glorificar violência e outros comportamentos perigosos", incluindo suas atividades nas redes sociais. Ainda de acordo com o processo, a quantia de $750 milhões de dólares servirá para cobrir os custos dos danos físicos e psicológicos causados às vítimas e seus familiares, apesar de Buzbee enfatizar que “nenhuma quantia de dinheiro” irá compensar pelo o que eles tiveram que experienciar.

Fontes próximas a Travis Scott sustentam que ele não sabia da severidade do que estava acontecendo na multidão enquanto continuava a tocar por, aproximadamente, 40 minutos, após o show ser declarado um incidente com vítimas em massa, às 21h38.

Drake também é citado

Além de Travis Scott, outros nomes são citados no processo, como Apple Music, Epic Records e Live Nation, além do cantor Drake, que fez uma aparição surpresa no show de Scott. Filmagens de fãs mostram Drake se apresentando com Scott no palco depois que um veículo de emergência já tinha entrado na multidão para socorrer presentes que estavam sofrendo com machucados.

O processo declara que, apesar de Drake não ter o histórico de “incitar o caos”, como Travis Scott, ao aceitar participar da apresentação ele estava ciente dos danos que Scott já tinha causado anteriormente. “[Drake] também estava ciente do tamanho antecipado e a volatilidade da multidão e da probabilidade de incitamento [de violência]”.

W Magazine não irá promover capa com Scott

A próxima edição da revista W Magazine traria uma sessão de fotos e entrevista exclusiva com o casal Travis Scott e Kylie Jenner, que esperam o segundo filho, na próxima edição. Um representante da publicação confirmou ao BurzzFeed News que o ensaio e a impressão da revista foram feitos antes do incidente no festival Astroworld, mas que a W Magazine não irá divulgar e postar online a edição.

Assim como Scott, Kylie Jenner foi criticada após a tragédia. A modelo estava no show e, de acordo com uma filmagem de fã, foi colocada em segurança em uma área VIP nos fundos da audiência, junto com a irmã Kendall Jenner e a primeira filha do casal, Stormi.

As duas irmãs Jenner foram alvo de retaliação nos dias seguintes ao festival por compartilharem stories no Instagram da performance de Scott que continuaram no ar mesmo depois das notícias das mortes. Em um dos vídeos compartilhados por Kylie, uma ambulância aparece na multidão.

Em 7 de novembro, Jenner postou uma declaração no Instagram, enfatizando que ela e Scott não tinham conhecimento das fatalidades até que as notícias surgiram depois do show. “Travis e eu estamos tristes e devastados. Meus pensamentos e orações estão com aqueles que perderam suas vidas, foram machucados ou afetados de alguma forma pelos eventos de ontem. E também com Travis, que eu sei que se importa profundamente com seus fãs e a comunidade de Houston”, escreveu. “Eu quero deixar claro que nós não estávamos cientes de nenhuma fatalidade até que as notícias saíram depois do show ou de nenhuma forma [eu] teria continuado a filmar ou se apresentar”, explicou a modelo.

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias