Polêmica

Jogador do Atlético Mineiro se envolve em confusão com adolescente em aeroporto; veja vídeo

O zagueiro subentendeu um gesto que a criança fez com a mão

Ana Anjos
Ana Anjos
Publicado em 17/12/2021 às 21:26 | Atualizado em 31/12/1969 às 21:00
Reprodução/Instagram
Jogador do Atlético Mineiro, zagueiro Réver - FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

O zagueiro Réver, jogador do Atlético Mineiro, se envolveu em uma confusão no aeroporto de Belo Horizonte, em Confins. O vídeo em que ele aparece sem camisa após a briga rapidamente se espalhou na internet.

Pelas imagens, não dá para entender claramente o que aconteceu. Mas, de acordo com um internauta que estava presente, o jogador do Atlético Mineiro parou para tirar uma foto com um adolescente. Acontece que o menino fez o sinal de "seis", se referindo a uma derrota do seu time em 2011 para o grande rival Cruzeiro, que perdeu de 6 a 1, no Campeonato Brasileiro.

Foi quando Réver se revoltou e, segundo a pessoa que presenciou o acontecimento, pegou na mão do menino e, consequentemente, o pai não gostou e brigou com o jogador. Seguranças tiveram que conter o zagueiro. Inclusive, no vídeo o representante da adolescente fala "no meu filho, você não toca".

A concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, a BH Airport, confirmou o registro de ocorrência. Um tempo depois, o atleta foi liberado, mas agora não poderá viajar para Porto Alegre com a família, que era seu plano antes da confusão. Isso porque precisará passar por exame de corpo de delito antes de deixar Belo Horizonte.

Pronunciamento da assessoria do jogador do Atlético Mineiro

O assessor de imprensa do zagueiro Réver, Gustavo Faria, divulgou uma nota explicando a versão do atleta: "Ele (Réver) estava indo para Porto Alegre, passar férias com a família, com a esposa, com os dois filhos, Como é muito comum, as pessoas pedem para tirar foto perto dele. E, dessa vez, uma pessoa pediu para tirar foto, e ele, com toda a presteza, parou para tirar foto. A pessoa quis fazer uma brincadeira, descobrimos depois que era um cruzeirense, que foi de muito mau gosto".

Posição do Atlético Mineiro

O Atlético Mineiro defendeu o seu zagueiro em uma nota publicada no Twitter: "Sobre os episódios envolvendo o zagueiro Réver, divulgados hoje pela imprensa, o Galo afirma que está fechado com seu capitão! As agressões e insultos a ele desferidos não foram dirigidos ao atleta, mas a toda a Massa Atleticana. Rever estava embarcando para suas férias, em companhia de sua mulher e de seus filhos, quando foi afrontado por torcedores adversários. O Atlético admira a diversidade de opiniões, mas não o desrespeito. Estamos juntos, capitão! Agrediu o Réver, agrediu a Massa!".

Pai do adolescente

Deibeissom Rodrigues Marques, pai do adolescente, promete entrar com ação civil e criminal contra o atleta e o clube, principalmente porque ele e a família vêm recebendo mensagens os atacando. De acordo com o advogado, Felipe Saliba, o filho do rapaz fez exames e foi constatada uma luxação no dedo.

À rádio Itatiaia, Deibeissom disse: "O Réver foi tirar foto com o meu filho e meu filho fez um 'dois' para baixo. Aí ele agrediu meu filho chamando-o de vagabundo e moleque. Ele enfiou o dedo na cara do meu filho. Fui falar com ele, que me respondeu dizendo: 'Você também é um vagabundo. Vamos lá fora se você está sentindo a dor do seu filho'. Eu falei: 'vamos'. Ele avançou na minha esposa e a jogou no chão. Eu fui para cima dele, nós lutamos. Apareceu um atleticano lá e tirou ele. Ele tentou vazar, mas o segurança do aeroporto pegou ele".

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias