CONFUSÃO

Felipe Neto debocha de Gusttavo Lima após cantor se tornar alvo do Ministério Público por alto valor do cachê; entenda

O valor do cachê do cantor está sendo alvo de investigação das autoridades

Rayane Domingos
Rayane Domingos
Publicado em 26/05/2022 às 12:22 | Atualizado em 26/05/2022 às 13:42
Reprodução/Banco JC
Felipe Neto comentou sobre a polêmica envolvendo os altos cachês de Gusttavo Lima - FOTO: Reprodução/Banco JC
Leitura:

Gusttavo Lima se envolveu em uma grande polêmica na última terça-feira (24). O cantor virou alvo do Ministério Público de Roraima após o valor do cachê ter sido revelado. Ele vai se apresentar em São Luiz (RR).

Desde então, a web só se fala do assunto. Além disso, relembraram o caso e Zé Neto, que ao falar mal de Anitta também teve os valores dos altos cachês revelados.

Felipe Neto também acabou falando sobre o assunto no perfil do Twitter. Ao compartilhar a notícia sobre Gusttavo, ele comentou.

"Se o MP [Ministério Público] começar a investigar todo show pago com dinheiro público, acho que vai dar um ruim. E acho que quem motivou isso tudo foi o tal do Zé Neto com aquele 'não precisamos de Lei Rouanet'", disse.

Entenda a polêmica envolvendo Gusttavo Lima

Um perfil no Twitter revelou um documento em que mostrava o valor do cachê de Gusttavo Lima. O cantor vai se apresentar na cidade de São Luiz, em Roraima, no dia 24 de dezembro. A Prefeitura da cidade contratou o show por R$ 800 mil.

Inclusive, a pessoa fez um comparativo entre a quantidade de habitantes na cidade com o valor que será pago: "Cada habitante pagou cerca de 100 reais para o show acontecer. Idosos, bebês, todos pagaram. Claro que não precisam de Lei Rouanet".

O Ministério Público de Roraima resolveu abrir uma investigação, e solicitou uma resposta da Prefeitura. Para o Splash, do UOL, eles afirmaram que pediram "informações a respeito da contratação do show, e de como os recursos foram arrecadados e também se haverá retorno para a municipalidade".

Em nota ao G1, James Batista (Solidariedade), prefeito da cidade, afirmou que dinheiro público não é brincadeira. Ele justificou que: "o evento trará receitas diretas para as contas do município que permitirão o pagamento de todas as despesas.

Gusttavo Lima se pronuncia sobre o assunto

Em nota enviada ao colunista Léo Dias, do Metrópoles, a equipe que cuida da carreira de Gusttavo Lima informou que ele não compactua com nada que seja ilegal.

"Não pactuamos com ilegalidades cometidas por representantes do poder público, seja em qualquer esfera. Toda contratação do artista por entes públicos federados, são pautados na legalidade, ou seja, de acordo com o que determina a lei de licitações", informaram.

Eles informaram que o cachê do cantor é fixo e visa cobrir todas as despesas dos shows, e os custos operacionais da empresa.

Ao finalizar a nota, a equipe reforçaram que Gusttavo não pode ser responsabilizado por problemas com dinheiro público.

"Portanto, qualquer ilegalidade cometida pelos entes públicos, seja na contratação de show artísticos ou qualquer outra forma de contração com o setor privado, deverá ser fiscalizada pelo Tribunal de Contas e se apurada qualquer ilegalidade, deverá ser encaminhada para a Justiça competente para julgar o ilícito eventualmente cometido", finalizou.

Comentários

Últimas notícias