JUSTIÇA

JOHNNY DEPP E AMBER HEARD: O que acontece se Amber Heard não pagar a indenização?

Advogada da atriz já afirmou que Amber Heard não tem condições de pagar o valor da indenização

Samantha Oliveira
Samantha Oliveira
Publicado em 03/06/2022 às 11:40
JIM WATSON / POOL / AFP
Resultado da batalha judicial entre Johnny Depp e Amber Heard é mais prejudicial para a atriz - FOTO: JIM WATSON / POOL / AFP
Leitura:

Foram mais de 40 dias de uma disputa judicial entre Johnny Depp e Amber Heard. O astro acusa a ex-esposa de difamação, enquanto a atriz afirma que foi vítima de violência doméstica.

Para o tribunal, Depp pediu US$ 50 milhões de indenização. Heard, contudo, foi condenada a pagar US$ 10 milhões em danos compensatórios e US$ 5 em danos punitivos.

Contudo, a advogada de Amber Heard já havia adiantado que a atriz não tem condições para pagar o valor estipulado. Com a fortuna exponencialmente menor que a de Johnny Depp, a atriz apelou à Justiça e o valor foi reduzido para US$350 mil.

Depp também perdeu o caso

Ao contrário do que muitos pensam, Johnny Depp não saiu totalmente vitorioso do caso. O ator, que havia movido três ações contra Amber Heard, perdeu uma delas e deve desembolsar US$ 2 milhões para a ex.

Quanto Amber Heard irá pagar a Johnny Depp?

Somando todos os resultados, Amber Heard precisa pagar um pouco mais que US$ 8 milhões a Johnny Depp.

Esse valor, inclusive, é maior do que a atriz tem recebido dos cachês de seus últimos filmes, como Aquaman e Aquaman 2. Por conta disso, Heard corre risco de falir por conta desse processo.

Caso a atriz consiga provar que não tem condições de pagar o valor, ela deve penhorar seus salários. Outra opção é Depp adquirir os patrimônios de Amber Heard, como joias e imóveis.

Comentários

Últimas notícias