CELEBRIDADE

Conheça indígena brasileira que posou ao lado de Zandaya e Andrew Garfield durante premiação internacional: "pioneira"

Sônia Guajajara entrou para a lista das 100 personalidades mais influentes do ano da revista Times

Julianna Valença
Julianna Valença
Publicado em 09/06/2022 às 17:04
REPRODUÇÃO/TWITTER
Sônia Guajajara - FOTO: REPRODUÇÃO/TWITTER
Leitura:

Uma das mais importantes lideranças indígenas contemporâneas, a maranhense Sônia Guajajara, pousou ao lado de grandes nomes de Hollywood na última quarta-feira (8). O momento aconteceu durante evento da revista "TIMES".

Todos os anos, a TIMES elege 100 personalidades mais influentes do ano. Além da brasileira, outras personalidades foram homenageadas, como os atores Zandaya e Andrew Garfield - A dupla é bastante conhecida pelo público teen, principalmente por viverem personagens do universo do Homem-Aranha.

Na premiação, Sônia Guajajara foi reconhecida na categoria "Pioneiros", por seu contínuo trabalho em defesa aos povos indígenas. A brasileira aproveitou o momento para levar uma mensagem ao mundo sobre os povos originários.

"O que vale não é o preço de estar aqui mas o valor de cada pessoa e aproveito para convocar o mundo para o Reflorestarmentes em defesa da Mãe Terra para assim salvar a humanidade. Por mais amor no mundo", disse Guajajara sobre o momento.

QUEM É SÔNIA GUAJAJARA?

Nascida em 1974, na cidade de Arariboia, Maranhão, Sônia Boné Guajajara é uma das ativistas indígenas mais relevantes da atualidade. A maranhense é formada em Letras e Enfermagem.

Além da Times, Sônia Guajajara já foi reconhecida por outras premiações, como o ganho da Medalha Honra ao Mérito do Governo do Estado do Maranhão e o prêmio Ordem do Mérito Cultural, concedido pelo Ministério da Cultura (Minc).

Filiada ao Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), Sônia foi confirmada como pré-candidata ao cargo de deputada federal pelo Estado de São Paulo nas eleições legislativas de 2022.

"Eu nunca lutei pra ser capa de revista, nunca lutei pra ser a melhor, a minha luta sempre foi por respeito a nossa existência enquanto povos indígenas que sempre lutou contra a invisibilidade. Hoje lutamos para que esta visibilidade se reverta em direito e dignidade para nossos povos", escreveu a indígena nas redes sociais.

 

Últimas notícias