BEM-ESTAR

O que são ÓLEOS ESSENCIAIS? Quais são os benefícios? Veja quais utilizar na época de inverno

Óleos essenciais podem ajudar a combater mosquitos e também trazem benefícios par a saúde

Lívia Maria
Lívia Maria
Publicado em 03/06/2022 às 11:07 | Atualizado em 03/06/2022 às 11:08
Mareefe/Pexels
O uso de óleos essenciais traz benefícios para a saúde e ajuda na sensação de bem-estar e relaxamento - FOTO: Mareefe/Pexels
Leitura:

Os dias mais frios já estão vindo com tudo e junto com as baixas temperaturas, aparecem os incômodos da estação. Os óleos essenciais podem ajudar com alguns problemas que surgem nessa época do ano, como os mosquitos e o ressecamento da pele.

Os benefícios dos óleos essenciais, para além da aromatização, ainda não são amplamente conhecidos da população. Alguns óleos são usados para aliviar sintomas de resfriados e sinusite, para ajudar na hora do sono, entre outras situações.

O que são os óleos essenciais?

Os óleos essenciais são substâncias extraídas de plantas aromáticas, como a lavanda, e ricas em compostos que podem ajudar no bem-estar e trazem enormes benefícios para a saúde.

Os compostos dos óleos essenciais são extraídos de flores, frutas, folhas e raízes aromáticas. São substâncias concentradas, que em geral precisam ser diluídas para utilização, e tem como característica principal o aroma marcante. Por isso, são muito utilizados na aromaterapia.

Quais os benefícios dos óleos essenciais?

Algumas pesquisas científicas já relacionaram o uso de óleos essenciais com benefícios mais específicos para a saúde, como a hipertensão (óleo de lavanda, ylang-ylang, manjerona e neroli), cicatrização e benefícios da ordem psicofisiológica, ou seja, uma sensação de bem-estar físico e psicológico.

Além dos benefícios para a saúde, os compostos dos óleos essenciais atuam também como inseticidas naturais, além de ter ação antibacteriana e antifúngica. O aroma desses compostos ajudam a afastar animais e preservar a planta, além de atrair insetos que realizam o processo de polinização, como as abelhas.

Pensando no inverno, o farmacêutico homeopata Jamar Tejada indica alguns óleos essenciais que ajudam a minimizar a pele ressecada, a alta dos mosquitos e o aumento das gripes e resfriados nessa época do ano. Confira:

CONTRA MOSQUITOS

Melaleuca: é extraído das folhas da árvore australiana Melaleuca artenifolia, conhecida como tea tree ou árvore do chá, em português. Segundo o farmacêutico, o cheiro de melaleuca age como repelente natural para minimizar mosquitos, como o da dengue, que está em alta nessa estação.

Para utilizá-lo como inseticida, Jamar recomenda diluir cinco gotas em água e colocar em um difusor de ambientes (elétrico ou em vela). Ele pode ser utilizado ainda em produtos antipruriginosos, especialmente após picadas de insetos. Vale ainda o uso nessa época do ano por apresentar atividade anti caspa e anti-seborréicas - muito comum agora em que os banhos quentes podem ocasionar esses incômodos.

COMBATE A GRIPES E RESFRIADOS

Eucalipto (Eucalyptus globulus ou Eucalyptus radiata): Por ser rico em uma substância chamada cineol, é um potente expectorante das vias respiratórias, dissolvendo mucos e o ajudando em gripes, resfriados e peito cheio, além de útil em otites e bronquites crônicas.

“O óleo essencial de eucalipto tem ação bactericida, adstringente, antisséptica e antifúngica. Usado no tratamento de asma, dor de garganta e febre e como tônico geral e para amenizar as dores nas articulações que também são prejudicadas nesta estação”, finaliza.

PARA HIDRATAR A PELE

Borragem: Extraído da planta Borago Officinalis, o óleo de borragem é rico em ácidos graxos e ômega 6, vitaminas naturais que contribuem na hidratação tão necessária nos dias mais frios, já que melhora a elasticidade e firmeza da pele. “Esse óleo ainda promove bem estar e também possui propriedades calmantes para todo o organismo”, avisa.

Óleo de Jojoba: Capaz de trazer uma grande ação na regeneração cutânea, por isso são utilizados produtos pós-barba, batons para lábios desidratados e loções para pele acneica.

Óleo de Semente de Uva: É extraído da semente do fruto, tendo elevado teor de tocoferóis, ácido linoleico, ácidos graxos insaturados e ácido palmítico, que são responsáveis pela regeneração e manutenção do tecido cutâneo, revitalizando-o. O uso cosmético pode ser em cremes hidratantes, xampus, óleos de banho, sabonetes, etc.

Óleo de Rosa mosqueta: O óleo de Rosa Mosqueta é um dos ativos que vem se destacando em formulações de séruns, loções e cremes para o corpo. Rico em nutrientes essenciais aos processos fisiológicos e biológicos responsáveis pela manutenção da pele. É recomendado para pessoas que possuem peles muito ásperas, secas e sensíveis, pela presença do ácido oléico, linoleico e vitamina A, o componente causa um efeito regenerador e oferece uma sensação mais agradável ao toque para a pele.

“O óleo pode ser utilizado no rosto, corpo, pele e cabelo. Sem contra indicações e multifuncional, ele costuma ser bastante utilizado nas estrias, cicatrizes e na pele com manchas e ressecada”, finaliza o especialista.

Comentários

Últimas notícias