Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

INVESTIGAÇÃO

MP investiga prefeitura no agreste por suposto superfaturamento na compra lavatórios contra Covid

Inquérito Civil foi aberto pelo MP no início do mês

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 11/10/2021 às 14:20
Notícia
DIVULGAÇÃO
Sede da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe (PE). - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

O Ministério Público de Pernambuco (MP-PE) abriu inquérito civil para investigar possível superfaturamento na compra de pias-lavatórios de mãos pela Secretaria de Saúde da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe. A cidade do Agreste pernambucano comprou os objetos para higienização das mãos como medida de combate à disseminação do coronavírus, que causa a Covid-19.

De acordo com o Ministério Público, a prefeitura comprou da Alpha Comunicação Visual - ME, através de dispensa de licitação, 20 lavadores. Cada unidade saiu por R$ 2.500,00, o que traduz-se um custo total de R$ 50.000,00.

Como conta o órgão, outra prefeitura fez compra semelhante, mas por um valor oito vezes menor. Trata-se da Prefeitura Municipal de Solânea (PB) fez instalação de lavatórios portáteis em locais públicos, também como medida de combate à pandemia. Nesse caso, os objetos foram fabricados e instalados pela Secretaria de Ação Social e Cidadania, com custo de de R$ 300,00 por unidade.

A diferença entre o lavatório adquirido pela Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe e pela Prefeitura Municipal de Solânea é a seguinte: o da cidade pernambucana conta com dispenser de papel toalha, que custa, em média, de acordo com o MP, R$ 30,00.

A abertura do IC foi assinada por Ariano Tércio Silva de Aguiar, promotor de Justiça.

Comentários

Últimas notícias