Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

ELEIÇÃO

OAB Pernambuco ignora oposição e homologa vitória de Fernando Ribeiro Lins

Votação ocorreu na terça, mas oposição entrou com representação pela cassação da OAB Mais Unida

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 23/11/2021 às 14:54
Notícia
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Fernando Ribeiro Lins, Presidente eleito da OAB-PE, é entrevistado na TV JC. - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

A Comissão Eleitoral da Ordem dos Advogados de Pernambuco (OAB-PE) homologou nessa segunda-feira (22), sem alarde, a vitória de Fernando Ribeiro Lins na eleição pela presidência do órgão. A decisão ignora a representação de Almir Reis, que apresentou supostas irregularidades na eleição e na candidatura do adversário.

A votação ocorreu no dia 16 de novembro e, com diferença de 0,75% dos votos, definiu-se a vitória de Fernando Ribeiro Lins e Ingrid Zanella, da Chapa OAB Mais Unida. Dessa forma, eles vão comandar a instituição no próximo triênio (2022-2024).

Ao todo, foram 15.260 votantes, sendo 7.741 eleitores da chapa OAB Mais Unida e 7.504 da Renova OAB. Bruno Baptista, atual presidente do órgão, defendeu o pleito: "A advocacia pernambucana, em todos os cantos do estado, participou ativamente do processo eleitoral, demonstrando que o apreço pela democracia é uma das marcas da nossa classe e da nossa instituição. A OAB-PE não mediu esforços para oferecer as melhores condições para que os advogados e advogadas exercessem seu direito de escolha, com transparência e seguindo todas as regras determinadas pela Comissão Estadual Eleitoral".

Em comunicado sobre a homologação, o órgão ignorou as alegações apresentadas pela oposição, citando apenas o seguinte: "Após a proclamação dos resultados oficiais e a consequente dissolução da Comissão Eleitoral, a chapa Renova OAB entrou com um pedido de impugnação das eleições, renovando pedidos alvo de representações eleitorais arquivados por desistência da própria chapa".

Enquanto isso, no site da instituição, já noticia-se o início da transição administrativa para a futura gestão, cuja posse está marcada para o dia 1 de janeiro de 2022.

Comentários

Últimas notícias