Blog O Viral
O Viral

Se tem um repórter que não vive sem pauta, é o Viral. De notícias curiosas às novidades do seu seriado ou filme favorito, tá tudo aqui.

VER PERFIL
superação

Conheça o 'cãorupira', filhote que nasceu com patas invertidas

Cirurgiões precisaram girar os membros do animal após realizarem uma mínima ruptura nos ossos dele

Raianne Romão
Raianne Romão
Publicado em 13/09/2021 às 11:35
Notícia
Oklahoma State University
O animal ganhou o carinhoso e engraçado apelido de 'cãorupira' na internet - FOTO: Oklahoma State University
Leitura:

Que o cachorro é o melhor amigo do homem todo mundo já sabe. Querer vê-los bem, alegres e com saúde é algo que deixa qualquer pessoa feliz. Em diversos pontos de vista, Siggi veio ao mundo como todo o filhote: feliz, doce e muito brincalhão.

Entretanto, o cão de raça rat terrier nasceu com uma característica que o impedia de viver plenamente uma vida comum. Siggi possuía as patas dianteiras invertidas.

Mas a sorte do cãozinho estava prestes a mudar. Uma equipe da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Estadual de Oklahoma, nos Estados Unidos, conseguiu dar a Siggi uma oportunidade de ter uma vida normal, realizando uma cirurgia corretiva para colocar as patinhas do animal na posição correta (para baixo).

O Veterinary Teaching Hospital (VTH) só havia realizado essa mesma cirurgia apenas uma vez. Milo, um cão da raça coonhound, passou pela cirurgia corretiva e muito bem-sucedida em 2019.

“Como com Milo, o problema de Siggi parecia estar nas patas, mas na verdade estava em seus cotovelos”, explicou o Dr. Erik Clary, cirurgião veterinário do VTH.

''Um procedimento mais complexo''

Após ser resgatado por um grupo de protetores de animais de Dallas, no estado Texas, Siggi foi levado ao hospital veterinário com apenas 13 semanas de vida. Eles esperavam que o filhote tivesse a mesma sorte de Milo.

Porém, Siggi foi submetido a uma cirurgia mais complicada que a do coonhound. Isso aconteceu porque um exame de tomografia mostrou uma deformidade "significativa" nos ossos da parte interior do cotovelo, de acordo com o Dr. Erick Clary, um dos responsáveis pelo procedimento.

“A tomografia nos ajudou a planejar um procedimento mais complexo que exigiria uma ruptura intencional no alto do osso da ulna para girar o membro”, disse Clary. Em outras palavras, os cirurgiões precisaram girar os membros do animal após realizarem uma mínima ruptura nos ossos dele.

Oklahoma State University
Semanas após a cirurgia, Siggi está aprendendo a andar e se recupera bem - Oklahoma State University

Logo após a cirurgia, o filhote usou talas nas patas e um fixador ortopédico para ajudar na fixação dos ossos, de acordo com a CNN Brasil. Algumas semanas depois, Siggi estava com os ossos fortes para a reabilitação e para fazer uma das coisas mais básicas para um cãozinho: aprender a andar.

De acordo com o veterinário, Siggi “provou ser um aprendiz bastante rápido (…) fazendo muitas coisas que os cachorros gostam de fazer, incluindo correr atrás de uma bola no quintal”, afirmou o cirurgião.

Após o feito, o animal ganhou o carinhoso e engraçado apelido de "cãorupira" na internet. Siggi vem ganhando muito carinho e amor nas redes sociais. Quantos "iti malia" o nosso amigo canino merece? 

Oklahoma State University
Semanas após a cirurgia, Siggi está aprendendo a andar e se recupera bem - FOTO:Oklahoma State University

Comentários

Últimas notícias