Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

INVESTIGAÇÕES

Polícia inicia perícia em advocacia do vice-presidente do Santa Cruz, vandalizada na sexta-feira

As investigações da Polícia Civil começaram na manhã deste sábado (24)

Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 24/07/2021 às 11:44
Notícia
ALEX OLIVEIRA / JC IMAGEM
Vândalos quebraram a frente do escritório.de advocacia de André Frutuoso fica no bairro das Graças, Zona Norte do Recife - FOTO: ALEX OLIVEIRA / JC IMAGEM
Leitura:

A Polícia Civil, por meio do Instituto de Criminalística do Depatri, começou as investigações sobre o ataque ao escritório de advocacia de André Frutuoso, vice-presidente do Santa Cruz, realizado por membros de torcida organizada do clube Tricolor. O escritório, que fica localizado no bairro das Graças, Zona Norte do Recife, começou a ser depredado por volta das 14h dessa sexta-feira (23).

Segundo a perícia, que esteve no local vandalizado na manhã deste sábado (24), foi constatada diversas avarias no local e foram coletadas amostras genéticas que serão avaliadas em laboratório. Parte dos explosivos usados no ataque também foram coletados para análise química.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, os vídeos do circuito de segurança do local também serão copiados para ajudar na investigação e no laudo técnico da perícia.

Em contato com o Blog do Torcedor, o advogado criminalista Maurício Bezerra constatou que os responsáveis pelo ataque podem ser presos e a pena que varia de seis meses a três anos de detenção.

Ataque ao escritório

O escritório de advocacia de André Frutuoso, vice-presidente do Santa Cruz, foi alvo de ataque de membros de uma torcida organizada, na tarde desta sexta-feira (23). Em vídeos do circuito de segurança do local, é possível ver os integrantes chegando ao local e atacando.

Primeiro, o grupo soltou fogos em direção à entrada do escritório e atirou pedras contra as portas de entrada, que eram de vidro. As câmeras posicionadas dentro da recepção registraram que, no momento do ataque, havia clientes aguardando, inclusive uma criança. Todos correram para dentro das salas. Já com a recepção vazia, os integrantes ainda entraram, soltaram mais fogos, jogaram pedras e um capacete de uma moto contra espelhos e a bancada da recepção.

O ataque seria motivado pelo atual momento do Santa Cruz, que amarga a lanterna da Série C e corre grande risco de ser rebaixado para a Série D.

Comentários

Últimas notícias