Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

ARRUDA

Jurídico do Santa Cruz confiante num acordo para suspender leilão do Arruda

A expectativa por parte do Tricolor é de que o clube consiga bater o martelo com o acordo antes do dia 16 deste mês, data prevista para o primeiro leilão do Arruda ocorrer

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 11/08/2021 às 19:57
Notícia
RAFAEL MELO/ SANTA CRUZ
O José do Rêgo Maciel está ofertado por R$ 240 milhões no primeiro leilão e R$ 120 milhões no segundo - FOTO: RAFAEL MELO/ SANTA CRUZ
Leitura:

O Departamento Jurídico do Santa Cruz está confiante num acordo com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional para evitar que o estádio do Arruda vá a leilão - algo que está previsto para acontecer no dia 16 de agosto, caso não aconteça o entendimento entre as duas partes. Novo diretor jurídico do clube, Lucas Valença, que assume o cargo deixado pelo ex-vice-presidente André Frutuoso, conversou com o Blog do Torcedor e comentou sobre o acordo que está sendo costurado para evitar o leilão.

"A gente teve uma reunião com a procuradoria, um diálogo aberto, e a expectativa é de que aconteça um acordo com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional e isso englobe a suspensão do leilão. As conversas estão bem avançadas. (Este acordo) seria um parcelamento, redução do valor, principalmente no que se refere a juros, multa e a especificação da data de que a gente vai começar a pagar", afirmou Lucas. 

De acordo com o representante do Jurídico do Santa Cruz, as conversas com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional estão acontecendo com um fluxo rápido. Sendo assim, a expectativa por parte do Tricolor é de que o clube consiga bater o martelo com o acordo antes do dia 16 deste mês, data prevista para o primeiro leilão do Arruda ocorrer. 

Na última semana, em entrevista ao Blog, o presidente do Santa Cruz, Joaquim Bezerra, destacou que o débito vinculado a este leilão é de R$ 9 milhões. Esse montante, no entanto, ainda não é um número consolidado para a negociação, como explica Lucas Valença. "O acordo está envolvendo esse valor, mas tem débitos a discutir, um eventual desconto em juros, em correção e o que a gente vai dar em contrapartida", disse o diretor jurídico do Santa Cruz. 

O leilão do Arruda, aliás, começa no dia 16 de agosto e vai até o dia 23 do mesmo mês. O José do Rego Maciel está sendo ofertado ofertado por R$ 240 milhões no primeiro leilão e R$ 120 milhões no segundo.

Entenda o caso

Na última semana, O Arruda, a sede do Santa Cruz e as piscinas, que totalizam uma área de 58 mil metros quadrados, foram citadas em um novo leilão online da Justiça Federal em Pernambuco, que realiza a venda de mais de 120 lotes no Estado, incluindo o José do Rego Maciel, ofertado por R$ 240 milhões no primeiro leilão e R$ 120 milhões no segundo. De acordo com o leiloeiro oficial da Gracie Leilões, Renato Gracie, é comum estádios irem a leilão caso o clube tenha débitos com o governo federal.

"Estão indo a leilão o estádio, a sede do Santa Cruz e as piscinas, totalizando uma área total de 58 mil metros quadrados. O leilão ocorre por causa de uma execução fiscal da Justiça Federal", explicou o leiloeiro oficial da Gracie Leilões, Renato Gracie, em matéria publicada pela repórter do JC Ângela Belfort. A execução fiscal ocorre quando o dono do imóvel deve algum tipo de imposto ou previdência ao governo federal. "É muito comum os estádios irem a leilão", comentou.

Em março deste ano, o Santa Cruz informou que o Departamento Jurídico do clube conseguiu suspender um leilão no estádio no Arruda por conta de uma ação do ex-zagueiro Marcelo Magalhães, que defendeu a Cobra Coral em 2007, e que cobrava cerca de 400 mil do Tricolor. O leilão do José do Rêgo Maciel, aliás, estava previsto para acontecer no dia 12 de abril, mas não ocorreu.

 

Comentários

Últimas notícias