Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

MAIS UMA DERROTA

Com Hélio dos Anjos nas arquibancadas, Náutico perde para o Remo, em Belém

O Timbu sofreu o gol da derrota já nos acréscimos do segundo tempo

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 24/09/2021 às 20:58
Notícia
FERNANDO TORRES / ESTADÃO CONTEÚDO
O Náutico não vence um jogo há seis rodadas. - FOTO: FERNANDO TORRES / ESTADÃO CONTEÚDO
Leitura:

O Náutico amargou uma derrota por 1x0 para o Remo, na noite desta sexta-feira (24), em jogo realizado no estádio Baenão, pela 26ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, com gol marcado nos acréscimos. Nas arquibancadas, o técnico Hélio dos Anjos, que está retornando ao comando do time após um mês, mas ainda não pôde estar na área técnica, acompanhou tudo. O gol do Leão foi marcado aos 51 minutos, por Jefferson, após uma cobrança de escanteio. 

>> Náutico confirma local do jogo da próxima terça-feira (28), contra o CRB; confira 

>> Volta do público: Com venda de ingressos antecipada, Náutico tem problema para resolver antes de jogo contra o CRB; entenda 

Com a derrota desta sexta-feira, o Náutico chegou a seis rodadas em jejum de vitórias e caiu para a 10ª colocação da tabela, com 35 pontos.

A partida marcou o retorno dos torcedores aos estádios no Pará, depois de cerca de 600 dias de futebol sem público. Aproximadamente 4 mil torcedores, 30% da capacidade do estádio, assistiram ao jogo entre o Leão e o Timbu. Assim como funcionará em Pernambuco, o público precisou apresentar comprovação das duas doses ou dose única da vacinação ou uma dose com testagem negativa para a covid-19. 

O alvirrubro volta a jogar na próxima terça-feira (28), contra o CRB, no Recife, e o jogo será o primeiro com a presença de público em Pernambuco, desde o início da pandemia da covid-19. A expectativa é que Hélio dos Anjos já comande o time nesta partida. 

>> O que você achou da volta de Hélio dos Anjos para o Náutico? Participe da enquete

O jogo

No geral, Remo e Náutico fizeram um primeiro tempo equilibrado. As estatísticas dos primeiros 45 minutos mostraram que o alvirrubro teve um pouco mais de posse de bola - com 56%, no entanto os paraenses foram um pouco mais perigosos, afinal foram 9 finalizações dos donos da casa contra oito dos pernambucano. 

O Náutico começou o jogo mais dominante e teve a primeira boa chance aos 3 minutos, com Jean Carlos cobrando falta. A bola parada com o camisa 10 na cobrança, foi, como sempre, um dos pontos mais fortes da ofensiva alvirrubra na partida.

A primeira oportunidade do Remo aconteceu pouco tempo depois, aos 7 minutos, com uma tentativa de cruzamento da direita, mas que parou em Breno Lorran. Mesmo assim, o Leão recomeçou a jogada, chegou com perigo mais uma vez, mas neste lance Alex Alves fez boa defesa. Até cerca de 20 minutos da primeira etapa, o alvirrubro se sobressaía em campo e teve outra boa chance de gol aos 14 minutos, com um chute de Jean Carlos, de fora da área, assustando o goleiro Thiago Coelho, mas que acabou saindo. 

O Timbu apenas colecionou boas chances, mas não conseguiu abrir o placar. Então, o Remo começou a reagir. Com destaque para os 27 minutos, quando o Leão emendou três finalizações em um ataque que pressionou a defesa alvirrubra, mas que acabou com defesa de Alex Alves na última tentativa. A reta final da primeira etapa se aproximava e a partida ficava ainda mais intensa, com bons ataques pelos dois lados, dando ainda mais velocidade ao jogo e colocando os dois goleiros para trabalhar bastante. Mesmo assim, ninguém balançou as redes e a partida foi para o intervalo empatada em 0x0. 

De volta para a segunda etapa, o Náutico manteve um alto ritmo de jogo e reiniciou a partida pressionando o Remo. Logo aos 6 minutos, Júnior Tavares, que nesta noite atuava no meio de campo, teve uma grande oportunidade. Ele recebeu a bola na esquerda da entrada da área, chutou, mas mandou perto do gol e a bola saiu pelo lado esquerdo da trave. 

>> Náutico: Hélio dos Anjos elogia ex-lateral do Sport e promete cobrança

Mas não se tratava de um jogo com domínio de apenas um dos times e o Remo também encontrou seu espaço para pressionar. 18 min, Lucas Tocantins, que havia acabado de entrar em campo, chutou de fora da área, a bola ainda bateu em Breno Lorran, mas acabou indo para fora. Nessa etapa do segundo tempo, o Remo cresceu em campo e deixou o Timbu no aperto. 

Aos 21 minutos, Victor Andrade fez lançamento para Lucas Tocantins, que saiu sozinho de cara com Alex Alves. O goleiro alvirrubro resolveu sair da área para tentar parar a jogada e acabou sentindo dores na perna, ficou mancando, recebeu atendimento em campo e tentou permanecer no jogo, mas aguentou poucos minutos e acabou sendo substituído por Jefferson. Atualmente reserva no Timbu, Jefferson entrou claramente inseguro e logo nos primeiros lances levou um gol. Por sorte, o juiz na validou. 

Os donos da casa seguiam dominantes e a bola pouco chegava ao ataque do Náutico. O Remo gostava do jogo, enquanto o Timbu caía drasticamente de rendimento. Para piorar a situação dos pernambucanos, o árbitro Leo Simão de Holanda deu oito minutos de acréscimos e aos 46 o alvirrubro ficou com um jogador a menos, depois que Carlão foi expulso por falta dura em Lucas Tocantins. 

Perdido no jogo, o Náutico assistiu o Remo encontrar o espaço ideal para resolver a partida. Até que aos 51 minutos, Gedoz cobrou escanteio e Jefferson aproveitou para marcar o gol que garantiu a vitória. 

FERNANDO TORRES / ESTADÃO CONTEÚDO
Remo X Náutico – Jeferson jogador do Remo comemora seu gol durante partida contra o Náutico no estádio Baenão pelo campeonato Brasileiro B 2021. - FERNANDO TORRES / ESTADÃO CONTEÚDO
 

Ficha do jogo:

Remo - Thiago Coelho; Wellington Silva (Thiago Ennes), Rafael Jansen, Marlon e Raimar; Arthur, Lucas Siqueira (Neto Moura) e Felipe Gedoz; Marcos Júnior (Pingo), Rafinha (Lucas Tocantins) e Victor Andrade. Técnico: Felipe Conceição.

Náutico - Alex Alves (Jefferson); Hereda, Yago, Carlão e Breno Lorran; Matheus Trindade, Rhaldney (Djavan), Jean Carlos e Júnior Tavares (Marciel); Vinícius e Álvaro(Giovanny). 

Local: estádio Baenão, Belém-PA.

Horário: 19h

Árbitro: Leo Simão Holanda (CE).

Assistentes: Cleberson do Nascimento Leite e Eleutério Felipe Marques Junior (ambos do CE).

Gol: Jefferson (Remo), aos 51 minutos do segundo tempo. 

Cartões amarelos: Wellington Silva (Remo); Lucas Siqueira (Remo); Carlão (Náutico). 

Cartão vermelho: Carlão (Náutico); 

FERNANDO TORRES / ESTADÃO CONTEÚDO
Remo X Náutico – Jeferson jogador do Remo comemora seu gol durante partida contra o Náutico no estádio Baenão pelo campeonato Brasileiro B 2021. - FOTO:FERNANDO TORRES / ESTADÃO CONTEÚDO

Comentários

Últimas notícias