Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Brasileirão

Clube da Série A e CBF devem sugerir duas opções ao Bahia sobre a volta do público

Na Segunda Divisão, Náutico encara com o CRB, na Arena de Pernambuco, com a torcida

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 27/09/2021 às 23:57
Notícia
FELIPE OLIVEIRA/BAHIA
Arena Fonte Nova, reduto do Bahia - FOTO: FELIPE OLIVEIRA/BAHIA
Leitura:

Com Estadão Conteúdo

Os clubes da Série A e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) irão apresentar duas alternativas ao Bahia, na reunião do Conselho Técnico, nesta terça-feira, sobre a volta do público nos estádios na competição. De acordo com informações do Diário do Nordeste, a primeira sugestão é que os clubes que enfrentarem o Tricolor de Aço não joguem com torcida nas respectivas casas. A outra é que o time baiano atue em outro Estado. Uma das possibilidades é jogar em Aracaju. Essa possibilidade afeta diretamente o Corinthians, que esperava receber público, na Neo Química Arena, já no dia 5 de outubro, quando recebe justamente a agremiação nordestina.

O Bahia só deve se posicionar após a reunião com os demais membros da elite do futebol brasileiro. Essa tentativa de acordo é para manter a isonomia pregada anteriormente pelos clubes. No último encontro entre os presidentes, também neste mês de setembro, ficou decidido entre 19 equipes, exceto o Flamengo, que a volta do público só aconteceria quando todas as equipes estivessem liberadas.

O governo da Bahia se colocou contrário à liberação de entrada de torcedores nos estádios. Enquanto os demais estados representados na Série A do Campeonato Brasileiro autorizaram o retorno de público, o governador Rui Costa argumenta que o aumento de casos do novo coronavírus registrados na última semana no estado impede que os torcedores voltem a frequentar os jogos de futebol.

"Não haverá anúncio de jogos com público essa semana. Seria um contrassenso da minha parte. Como disse dez dias atrás, se vocês prestarem atenção na minha declaração, eu disse que estava analisando a abertura de público nos estádios. Cheguei a dizer isso publicamente uma ou duas vezes. Mas, passados dez dias, naquela data que falei estava com dois mil casos ativos. Se hoje estivesse com 1.300, provavelmente estaria anunciado a abertura de público nos estádios. Mas ocorreu o contrário. Eu tinha dois mil, aumentou para 2.700. Seria um contrassenso eu anunciar hoje a abertura de público no estádio", explicou o governador baiano, que, nas redes sociais, confirma um aumento de 40% no número de casos.

Na última quinta-feira, João Doria, governador de São Paulo, anunciou que, a partir de 4 de outubro, os torcedores voltarão a frequentar os estádios paulistas. A princípio, apenas 30% dos assentos estarão liberados. O porcentual vai aumentando gradualmente. No dia 16, será ampliado para 50%, até que, em 1º de novembro, alcance os 100%.

Os clubes brasileiros estão discutindo há algumas semanas a reabertura dos estádios. Atlético-MG e Flamengo foram os primeiros a receber torcida em seus jogos em torneios internacionais. O cenário nacional, no entanto, é diferente e contou com disputas na justiça desportiva.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SPORT

Comentários

Últimas notícias