Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

RACISMO

Jornalista da Espanha é demitida após comentário racista contra craque do Real Madrid; confira

O caso aconteceu na apresentação de Eduardo Camavinga, volante do Real Madrid.

Manuel Dias
Manuel Dias
Publicado em 26/10/2021 às 16:33
Reprodução
Eduardo Camavinga é uma das promessas do Real Madrid. - FOTO: Reprodução
Leitura:

Em pleno século 21 ainda existem pessoas que criticam outras pelo tom da pele, o que é algo inaceitável. Um caso desagradável como esse aconteceu na Espanha, durante a apresentação de Eduardo Camavinga, uma das promessas do time. A jornalista da emissora espanhola 'TVE', Lorena González, sem saber que o microfone estava aberto disse: ''Esse cara é mais preto do que o terno''. O atleta usava terno preto.

Com o ocorrido, a jornalista foi demitida da emissora e, em entrevista à ''Rádio Marca'', ela afirmou não vai se desculpar, pois não foi racista.

''Foi um erro, pelo qual pedi perdão e já tem consequências importantes. Não sou mártir nem exemplo de nada, mas isso fez com que eu fosse abruptamente afastada da TVE e agora estou desempregada. Pedi perdão por um erro, por um comentário que supostamente fiz com o microfone fechado, mas não vou me desculpar por um comentário racista porque nunca o fiz'', disse.

> Portal da Espanha crava acerto de Marcelo com clube brasileiro; confira

> Marcelo celebra homenagem feita pelo Real Madrid e diz ainda ter metas a alcançar

> El Clásico! Jornal espanhol trata Vinícius Júnior como o rei de Real Madrid x Barcelona; confira

Lorena González ainda disse que seu comentário não foi ''depreciativo ou pejorativo'', mas que foi absurdo porque não contribuiu em nada, jornalisticamente.

''Fiz um comentário absurdo porque jornalisticamente não contribui em nada, por isso foi supostamente feito com o microfone fechado. Não é um comentário depreciativo ou pejorativo. Não estou depreciando o jogador, não estou comparando a cor da sua pele com qualquer coisa depreciativa ou feia'', afirmou.

Ela conversou com Eduardo Camavinga, após o ocorrido. De acordo com ela, o jogador do Real Madrid não se sentiu ofendido.

''Falei pessoalmente com Camavinga, e em nenhum momento ele se ofendeu. Pratico esta profissão há 11 anos e procuro exercê-la com o maior respeito. É um deslize, mas não é como tentar acabar com a carreira de ninguém'', completou Lorena González.

Siga o Blog do Torcedor no Facebook, no Instagram e no Twitter

Comentários

Últimas notícias