Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

ESTRUTURA PRECÁRIA

Como fica a situação estrutural do Santa Cruz? Joaquim Bezerra explica; veja

Estrutura do Santa Cruz se encontra em situação precária e precisando de manutenção urgente

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 21/11/2021 às 8:32
ARNALDO CARVALHO/ACERVO JC IMAGEM
SERÁ? Tricolor pode seguir exemplos do Botafogo e Cruzeiro - FOTO: ARNALDO CARVALHO/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

Depois de quase 30 dias afastado da presidência do Santa Cruz, Joaquim Bezerra reassumiu o cargo e participou de entrevista coletiva, realizada na última sexta-feira (19). Neste retorno, o dirigente coral tem uma extensa lista de problemas a serem resolvidos, entre eles as condições da estrutura do clube, que se encontram em situação precária. 

>> Joaquim Bezerra permanece na presidência do Santa Cruz; Antônio Luiz Neto terá papel importante

>> Abandono? Presidente patrimonial do Santa Cruz se pronuncia sobre situação da sede Tricolor; veja

>> Santa Cruz tem prejuízo milionário com inadimplência nas cadeiras e camarotes do Arruda

>> Pelada no Arruda? Santa Cruz explica a situação e detalha cuidados com o gramado

No dia 8 de novembro, o Blog do Torcedor recebeu um vídeo feito por um torcedor tricolor, mostrando a situação da sede patrimonial do Santa Cruz. No vídeo é possível ver uma situação de abandono da área por parte da gestão Tricolor. 

Segundo Joaquim Bezerra, o patrimônio do clube vem se degradando ao longo de um tempo porque a manutenção do estádio é muito custosa. "Passamos dois anos sem ter atividade no futebol [em razão da pandemia da covid-19] e isso dá falta de recursos. O patrimônio do Santa Cruz hoje é sustentado pela receita de manutenção das cadeiras e dos camarotes. Como não tinha uso, as pessoas também não pagavam as suas manutenções. Hoje a gente está buscando essas pessoas que são proprietários de cadeiras, de camarotes, para que possam vir e voltar a contribuir com suas taxas de manutenção para, a partir daí, passar a recuperar esse patrimônio", disse. Ainda de acordo com o dirigente, esse processo já foi iniciado. 

À época da publicação do vídeo, a reportagem entrou em contato com Theodorico Silva, vice-presidente Patrimonial do Santa Cruz. Ele afirmou que uma reforma na loja da sede seria iniciada e que o esforço principal da diretoria patrimonial seria a parte interna do Arruda, com o objetivo de deixar o local pronto para que o time possa jogar no Arruda já no Campeonato Pernambucano de 2022. Pouco depois da publicação deste vídeo, um grupo de torcedores se articulou e divulgou que estava planejando um mutirão no estádio. 

Pelada no Arruda

Outro episódio envolvendo a preservação da estrutura do clube também repercutiu recentemente. Uma foto de uma "pelada" realizada no estádio do Arruda começou a circular nas redes sociais na última segunda-feira (15) e gerou polêmica entre os tricolores. A realização de uma partida informal no gramado do estádio causou preocupação quanto a preservação do campo de jogo.

Sobre essa partida, Abdias Venceslau, CEO do Santa Cruz, afirmou que em nada prejudicaria a manutenção do gramado, então marcada para ter início em uma data posterior à do jogo. 

"Nós recebemos uma solicitação formal lá no Santa Cruz para o jogo que aconteceu ontem (domingo, 14), lá no nosso estádio. Uma solicitação do Corpo de Bombeiros pedindo para que nós liberássemos o nosso estádio para que eles pudessem realizar um jogo", disse Abdias Venceslau, CEO da Cobra Coral, em entrevista à repórter Lílian Fonsêca, da Rádio Jornal, no início da semana. Segundo ele, não permitir o jogo seria "falta de bom senso" do Santa Cruz e que não se tratou de "uma pelada".

Comentários

Últimas notícias