Polícia

Padre manda mensagem a amigo pedindo socorro antes de desaparecer na Paraíba; polícia realiza buscas

Um boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia de Crimes Contra a Pessoa de João Pessoa

JC
JC
Publicado em 16/10/2020 às 11:20
Notícia

REPRODUÇÃO
Padre Gilmar está desaparecido desde a última terça-feira (13) - FOTO: REPRODUÇÃO
Leitura:

As buscas pelo padre José Gilmar Moreira, pároco da Igreja Santa Teresinha, no bairro do Roger, em João Pessoa, na Paraíba, continuam. O homem, de 46 anos, foi visto pela última vez por volta das 11h da terça-feira (13), quando saiu de casa para realizar a oração das exéquias (cerimônias ou honras fúnebres). Segundo informações do Correio Braziliense, o caso mobiliza a polícia nos estados da Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

De acordo com a Arquidiocese da Paraíba, que se pronunciou por meio de nota, desde que o padre saiu de casa, não há informações sobre seu paradeiro. "A Arquidiocese, por meio de seu Arcebispo, clero, religiosos, religiosas e fieis de um modo geral, segue unida em oração para que o caso seja elucidado e o desfecho seja o melhor possível. Nos mantenhamos fortes na fé, perseverantes na oração e confiantes no Deus que não nos desampara", afirmou.

Após sair de casa em direção ao velório, o padre Gilmar teria enviado uma mensagem a um amigo pedindo socorro, porém o texto só foi visualizado horas depois. Um boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia de Crimes Contra a Pessoa de João Pessoa.

Nessa quinta-feira (15), a arquidiocese voltou a divulgar nota, declarando que continua sem notícias do paradeiro do padre Gilmar. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) da Paraíba informou à reportagem do JC que através de uma câmera de segurança de uma unidade operacional no município de Alhandra, na BR-101, a caminho do Recife, identificou, por volta das 12h10 da última terça (13), um veículo com as mesmas características do carro utilizado pelo padre.

Porém, não foi possível confirmar porque o automóvel estava em alta velocidade e a resolução da câmera é baixa. A PRF está analisando as filmagens em estabelecimentos comerciais próximos à unidade operacional. As equipes da PRF da Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte atuam em conjunto.

O carro que o padre Gilmar dirigia é do modelo Fox, da cor grafite e placa QFP4874. Informações sobre o caso podem ser enviadas para a polícia de forma anônima através do Disque 197.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias