Busca

Polícia amplia área de busca para tentar localizar Lázaro Barbosa

Nesta quinta-feira (24), completa-se 16 dias de buscas por Lázaro Barbosa, conhecido como o "serial killer de Brasília"

JC
JC
Publicado em 24/06/2021 às 13:46
Notícia
GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO
Uma força-tarefa com cerca de 200 policiais foi montada e tem usado o distrito de Girassol, área rural de Cocalzinho, como base - FOTO: GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO
Leitura:

Há 16 dias tentando localizar Lázaro Barbosa, conhecido como o "serial killer de Brasília", a Secretaria de Segurança de Goiás resolveu ampliar o perímetro de busca de uma área de 5km para 10km quadrados. Existe uma chance dele estar escondido em uma área que já tinha sido varrida pelos policiais recentemente.  

Lázaro é suspeito de ter assassinado quatro pessoas da mesma família em Ceilândia (DF) no dia 9 de junho, caso conhecido como a "Chacina do Incra 9". De lá para cá, ele teria cometido uma série de outros crimes, como estupro, e roubo na região de Cocalzinho de Goiás.

Segundo informou a TV Record, policiais agora passam a realizar buscas no entorno de Santo Antônio do Descoberto, a 15 km de Girassol, um distrito de Cocalzinho, onde os policiais estavam concentrados. As buscas são feitas sobretudo na mata e a noite, pois este seria o período em que Lázaro sai para invadir propriedades rurais e tentar conseguir armas e comida. 

Buscas

Atualmente, a força-tarefa que tenta localizar Lázaro é formada por cerca de 270 policiais de Goiás e do Distrito Federal. Estão sendo utilizados nas buscas helicópteros, drones e cães farejadores.

A Polícia Militar de Goiás lançou um aplicativo chamado de "Brasil Mais Seguro" para centralizar as denúncias sobre o paradeiro de Lázaro. Ele foi criado especificamente para o caso e só funciona em um raio de 100 km de Cocalzinho de Goiás.

Comentários

Últimas notícias