LITORAL NORTE

Manchas de óleo chegam à Ilha de Itamaracá

A Ilha de Itamaracá é o décimo município de Pernambuco afetado pelas manchas de óleo desde a substância reapareceu no litoral pernambucano

Marcelo Aprigio
Marcelo Aprigio
Publicado em 24/10/2019 às 7:25
Notícia
Foto: Tião Siqueira/JC Imagem
FOTO: Foto: Tião Siqueira/JC Imagem
Leitura:

Após o óleo chegar na praia do Janga, pequenas manchas da substância foram encontradas no principal destino turístico do Litoral Norte de Pernambuco, a Ilha de Itamaracá, Região Metropolitana do Recife (RMR) e na praia do Forte, em Pau Amarelo, em Paulista, também na RMR, na manhã desta quinta-feira (24).

Segundo o secretário de Comunicação e Imprensa de Itamaracá, James Paiva, os fragmentos do óleo estão espalhados em uma área entre 500 e 600 metros. Paiva disse ainda que Marinha, Exército, Ibama e o Governo do Estado já foram acionados. Além disso, um helicóptero realiza sobrevoo próximo à costa da cidade.

A Ilha de Itamaracá é o décimo município de Pernambuco afetado pelas manchas de óleo desde a substância reapareceu no litoral pernambucano. Outras manchas foram registradas nas praias dos municípios de São José da Coroa Grande, Barreiros, Tamandaré, Rio Formoso, Sirinhaém, Ipojuca, Cabo de Santo Agostinho, Jaboatão dos Guararapes e Paulista. 

Já a Secretaria Executiva de Imprensa de Paulista, Dulce Melo, informou que equipes da prefeitura da cidade estão limpando o local desde as primeiras horas do dia.

Foto: Tião Siqueira/JC Imagem
Detentos do regime semiaberta fazem limpeza da praia do Pilar, em Itamaracá - Foto: Tião Siqueira/JC Imagem
Foto: Tião Siqueira/JC Imagem
Cerca de 50 reeducandos trabalham na limpeza da praia - Foto: Tião Siqueira/JC Imagem
Foto: Tião Siqueira/JC Imagem
Eles são da Penitenciária Agroindustrial São João, localizada na própria Ilha - Foto: Tião Siqueira/JC Imagem
Foto: Tião Siqueira/JC Imagem
- Foto: Tião Siqueira/JC Imagem
Foto: Tião Siqueira/JC Imagem
O trabalho é feito sob supervisão de agentes penitenciários - Foto: Tião Siqueira/JC Imagem
Foto: Tião Siqueira/JC Imagem
- Foto: Tião Siqueira/JC Imagem
Foto: Tião Siqueira/JC Imagem
- Foto: Tião Siqueira/JC Imagem
Foto: Tião Siqueira/JC Imagem
- Foto: Tião Siqueira/JC Imagem
Foto: Tião Siqueira/JC Imagem
- Foto: Tião Siqueira/JC Imagem

Janga

Na manhã dessa quarta-feira (23), moradores da cidade registraram a chegada do óleo na Praia do Janga. Na terça, Dulce Melo disse que a prefeitura estava monitorando desde o começo da semana a costa da cidade. "Acredito que ela veio por debaixo do mar", falou.

A hipótese foi confirmada pelo secretário de Infraestrutura, Serviços Públicos e Meio Ambiente da cidade, Tiago Magalhães, e encontra respaldo na declaração do Almirante Leonardo Puntel, coordenador geral da operação de monitoramento do litoral nordestino. De acordo com ele, o óleo encontrado é muito denso e é transportado de forma submersa pelas correntes marítimas.

Barra de Jangada

Ainda na terça (23), a praia de Barra de Jangada, em Jaboatão dos Guararapes, amanheceu manchada pela substância oleosa e desde as primeiras horas do dia, equipes da Prefeitura, do Governo do Estado, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), da Defesa Civil e voluntários limpam a área. As equipes encheram cerca de 40 tonéis com o óleo recolhido da praia.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias