ocupe estelita

Manifestantes do Ocupe Estelita acatam decisão judicial para sair da rua do prefeito Geraldo Julio

Decisão judicial foi expedida na noite da sexta-feira (8)

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 09/05/2015 às 10:51
Foto: Ricardo B. Labastier/ JC Imagem
FOTO: Foto: Ricardo B. Labastier/ JC Imagem
Leitura:

Após conversa com um oficial de Justiça e representante da Ordem dos Advogados (OAB), os ativistas do movimento Ocupe Estelita decidiram terminar com a ocupação em frente ao prédio onde mora o prefeito do Recife Geraldo Julio. Os manifestantes estavam acampados no local desde a quinta-feira (7), como forma de protesto contra a aprovação do plano urbanístico para o Cais José Estelita, na área central do Recife. Na sexta-feira (8), a Justiça expediu determinação pedindo a imediata desocupação da via, entorno e passeio público. 

Os ativistas informaram que até o meio-dia devem desocupar completamente a área e prometeram sair do local pacificamente. As barracas que ocupavam o jardim do prédio já começaram a ser desmontadas pelo grupo, que deve sair em passeata pelas ruas da capital pernambucana.

De acordo com informações repassadas pelo oficial de Justiça, toda a conversa com os manifestantes ocorreu de forma tranquila.

Foto: Ricardo B. Labastier/ JC Imagem
Ativistas acatam decisão judicial e desmontam o acampamento na rua do prefeito pacificamente - Foto: Ricardo B. Labastier/ JC Imagem
Foto: Ricardo B. Labastier/ JC Imagem
Ativistas acatam decisão judicial e desmontam o acampamento na rua do prefeito pacificamente - Foto: Ricardo B. Labastier/ JC Imagem
Foto: Ricardo B. Labastier/ JC Imagem
Ativistas acatam decisão judicial e desmontam o acampamento na rua do prefeito pacificamente - Foto: Ricardo B. Labastier/ JC Imagem
Foto: Ricardo B. Labastier/ JC Imagem
Único conflito foi briga entre ativista e homem que xingou o movimento, logo contida pela polícia - Foto: Ricardo B. Labastier/ JC Imagem
Foto: Ricardo B. Labastier/ JC Imagem
Homem que agrediu manifestantes é levado para a Central de Flagrantes por resistência policial - Foto: Ricardo B. Labastier/ JC Imagem
Foto: Ricardo B. Labastier/ JC Imagem
Ativistas acatam decisão judicial e desmontam o acampamento na rua do prefeito pacificamente - Foto: Ricardo B. Labastier/ JC Imagem

 

CONFLITO -  Mesmo com a rua onde fica localizado o Edifício Laura Caúla, na Torre, Zona Oeste da capital, fechada, um homem não identificado passou no local e agrediu verbalmente os manifestantes. O homem se desentendeu com um dos ativistas e os dois entraram em luta corporal. O conflito foi logo solucionado pela polícia. O homem foi conduzido para a Central de Flagrantes por resistência policial.

Últimas notícias