Recife

Alunos da rede pública se preparam para olimpíadas de robótica e matemática

Disputas começam nesta sexta-feira e seguem até o domingo

Da Editoria de Cidades
Da Editoria de Cidades
Publicado em 10/09/2015 às 9:46
Foto: Andréa Rêgo Barros/ Arquivo PCR
Disputas começam nesta sexta-feira e seguem até o domingo - FOTO: Foto: Andréa Rêgo Barros/ Arquivo PCR
Leitura:

Acontecem nesta semana duas olimpíadas nacionais e os estudantes da rede municipal de ensino do Recife estão na reta final dos preparativos. Nesta sexta-feira (11) e domingo (13), os alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental competem na etapa estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR). Já no sábado (12), acontece a segunda fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP).

Na sexta, cerca de 150 estudantes de 17 unidades de ensino da rede municipal de ensino do Recife vão competir com alunos de outras escolas públicas. As três equipes vencedoras da sexta enfrentam, no domingo, os três colégios privados que ganharem a disputa do sábado (12). As provas acontecem no ginásio da Escola Estadual Sizenando Silveira, no bairro de Santo Amaro, das 10h às 17h.

Os recifenses têm entre 11 e 14 anos e estão divididos em 34 equipes de até quatro alunos cada. Eles competem no nível 1 da Olimpíada Brasileira de Robótica, que engloba as unidades do Ensino Fundamental. A participação dos alunos na OBR faz parte do Programa Robótica na Escola, iniciado pela Secretaria de Educação do Recife no início de 2014. A fase nacional será disputada em Uberlândia (Minas Gerais), nos dias 29 de outubro e 1º de novembro. Três equipes de Pernambuco passarão para a etapa nacional.

Já a partir das 14h30 do sábado (12) acontece a segunda etapa da 11ª Olimpíada de Matemática. Aproximadamente 850 alunos da rede municipal de ensino do Recife participam da disputa, que conta com cerca de 900 mil competidores. 

Composta por seis questões discursivas, elaboradas de acordo com o nível em que o aluno se encaixa. O nível 1 inclui os alunos do 6º e 7 anos no Ensino Fundamental; o nível 2 inclui os 8º e 9º anos; e o nível 3 é para os estudantes do Ensino Médio. Os estudantes da rede municipal do Recife participam das duas primeiras categorias. A prova tem duração de três horas.

Os alunos da PCR realizarão a prova em quatro escolas municipais que funcionarão como polos: Arraial Novo do Bom Jesus, nos Torrões; Reitor João Alfredo, Ilha do Leite; Nilo Pereira, em Casa Amarela; e Luiz Vaz de Camões, no Ipsep. Os premiados serão conhecidos no dia 27 de novembro. Os medalhistas serão convidados a participar do Programa de Iniciação Científica (PIC) em 2016. Os professores de matemática dos alunos que participam da segunda fase também concorrem a premiações.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias