Causa Animal

Ativistas se mobilizam para a construção do primeiro Centro de Recuperação de Animais de Rua do Recife

O espaço terá capacidade para 200 animais e oferecerá, além do acompanhamento veterinário, alimentação, vacinação e vermifugação. Os bichos também serão castrados e colocados para a adoção

Guilherme Bertouline
Guilherme Bertouline
Publicado em 18/05/2016 às 7:30
Foto: Guga Matos/JC Imagem
O espaço terá capacidade para 200 animais e oferecerá, além do acompanhamento veterinário, alimentação, vacinação e vermifugação. Os bichos também serão castrados e colocados para a adoção - Foto: Guga Matos/JC Imagem
Leitura:

Na semana passada, o JC contou a história de Vicente, um cãozinho de rua que foi esfaqueado em Areias, Zona Oeste do Recife, e, depois de recuperado, acabou adotado por uma moradora do bairro, que se sensibilizou com o caso do cachorro. Como Vicente, muitos outros animais de rua sofrem pelo abandono e maus tratos, no entanto, não têm a mesma sorte de serem tratados e receberem um novo lar. Com o objetivo de assistir esses bichos, ativistas da ONG Socorro Animal realizaram ontem, na Praça do Derby, área central do Recife, mais uma etapa da campanha de arrecadação de fundos para a construção do primeiro Centro de Recuperação de Animais Sofridos do Recife.

A ONG Socorro Animal realiza, há oito anos, buscas de emergência a animais acidentados, doentes ou vítimas de maus tratos para atendimento veterinário. Transportando os bichos para hospitais e clínicas parceiras, o grupo promove campanhas para custear o tratamento desses animais. A ideia do centro de recuperação surgiu da experiência cotidiana de resgate, especialmente pela condição dos animais de rua, que não têm onde ficar após receberem atendimento médico. 

“Muitas vezes o animal precisa de uma cirurgia, ele faz o procedimento, mas tem que ficar na clínica para ser acompanhado. O custo das diárias é muito alto e acaba ficando muito caro o tratamento. Os que mais sofrem são os animais de rua, pela dificuldade de ter onde abrigá-los após o atendimento veterinário. O centro vem para suprir essa necessidade de acolher animais que estão em recuperação depois de uma cirurgia ou que estão doentes nas ruas”, explicou o fundador da ONG Socorro Animal, o guarda municipal Ricardo Cruz. 

Desde fevereiro, a ONG vem em campanha de arrecadação de verbas para a construção do centro. Na última segunda-feira (15), em frente a Praça do Derby, os ativistas usaram faixas e panfletos para sensibilizar a população sobre a causa. São necessários R$ 70 mil para a compra do terreno onde será erguida a casa de recuperação. Até o momento foram arrecadados R$ 14 mil reais. Ricardo conta que, há dois meses, a Prefeitura do Recife também se comprometeu a ajudar com a doação de uma área, mas que ainda espera uma resposta do poder municipal sobre o projeto. 

Quando pronto, o centro de recuperação terá como foco atender cães e gatos de rua e deve abrigar animais de todo o estado, vítimas, principalmente, de acidentes. O espaço terá capacidade para 200 animais e oferecerá, além do acompanhamento veterinário, alimentação, vacinação e vermifugação. Os bichos também serão castrados e colocados para a adoção.

Os interessados em ajudar na campanha podem fazer a doação de qualquer quantia através de depósito bancário (Conta Poupança 18211-5, Agência 2193, Operação 013 – Caixa Econômica) ou entrar em contato com Ricardo Cruz pelo número (81) 99244-0455. 

 

 

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias