Mobilidade

Obras da Copa 2014 são retomadas em Pernambuco

Ramal da Copa e equipamentos do Corredor de BRT Leste-Oeste fazem parte do pacote

Cidades
Cidades
Publicado em 24/01/2017 às 7:31
Ricardo Labastir/JC Imagem
Ramal da Copa e equipamentos do Corredor de BRT Leste-Oeste fazem parte do pacote - FOTO: Ricardo Labastir/JC Imagem
Leitura:

Obras que deveriam estar prontas na Copa de 2014, abandonadas antes da conclusão pelo Consórcio Mendes Jr e Servix, citado na Operação Lava Jato, estão sendo retomadas pelo Estado. Vão ser concluídos a  Estação BRT Benfica, no Derby, área central do Recife; o Terminal Integrado da III Perimetral, na Madalena, Zona Oeste do Recife; a urbanização de duas praças do Corredor Leste-Oeste, na Madalena; além do Viaduto V2, do Ramal da Copa, que liga a Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, a Camaragibe.

As obras faziam parte de um pacote maior, divulgado há sete meses pelo governo, estimado em R$ 99 milhões. Juntas, elas somam R$ 9,6 milhões. Todas deveriam estar prontas para a Copa de 2014 e foram abandonadas antes da conclusão pelo Consórcio Mendes Jr e Servix, citado na Operação Lava Jato.

Segundo o secretário executivo de Projetos Especiais da Secretaria das Cidades (Secid), Fernando Freire, a demora na retomada das obras é natural, por se tratar de serviços remanescentes, que têm características diferenciadas e precisam passar por todo um processo de levantamento. “Mas os valores estão mantidos dentro da realidade e os recursos, garantidos”, destaca.

Nesta segunda, a Secid deu ordem de serviço para conclusão da Estação BRT Benfica, uma das oito ainda pendentes do Corredor Leste-Oeste, que liga Recife a Camaragibe. O remanescente vai custar R$ 1 milhão e será executado num prazo de seis meses pela Planes Engenharia LTDA.

A licitação para conclusão do Terminal Integrado da III Perimetral foi divulgado nesta segunda. A obra inclui conclusão, limpeza e pintura da coberta, além de serviços de esgoto, combate a incêndio, elétricos e hidráulicos. O custo estimado é de R$ 2,2 milhões.

Também está em licitação o serviço para urbanização das praças sobre o Túnel da Abolição e de frente ao Museu da Abolição, que integram o Leste-Oeste. As propostas começam a ser recebidas em 9 de fevereiro. O túnel terá um elevador e será reaberto o acesso de veículos ao Museu da Abolição pela avenida Real da Torre. O custo previsto é de R$ 1,8 milhão.

Outro equipamento pendente no corredor – que foi iniciado em junho de 2014 e já consumiu R$ 136,5 milhões, tendo 18 de 26 estações em funcionamento – é o Terminal Integrado da IV Perimetral, na Zona Oeste do Recife, sem previsão.

Ramal da Copa

Nesta terça, sai edital para conclusão do Viaduto V2, que fica próximo à Estação Cosme e Damião do metrô. De seis faixas projetadas só duas foram executadas. O orçamento previsto é de R$ 4,5 milhões, com prazo de nove meses para execução.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias