Religião

Carmelitas festejam coroação canônica de Nossa Senhora do Carmo

Nossa Senhora do Carmo recebeu a distinção em 1919, no Recife, pela grande devoção de fiéis

Da Editoria Cidades
Da Editoria Cidades
Publicado em 30/05/2018 às 9:26
Foto: Leo Motta/JC Imagem
FOTO: Foto: Leo Motta/JC Imagem
Leitura:

O centenário da coroação canônica de Nossa Senhora do Carmo na cidade do Recife será comemorado a partir de 2018 pela Província Carmelitana Pernambucana com missas, novenas e festival de música. Interessados em participar da programação artística devem se inscrever pelo site www.festivalcarmelocanta.com.br até as 23h59 do dia de 20 de julho próximo. Só serão aceitas músicas inéditas e com a temática do evento.

De acordo com o reitor da Basílica do Carmo do Recife, frei Rosenildo Alexandre, a coroação canônica é um reconhecimento, por parte da Santa Sé, da representatividade da imagem para a sociedade. “Nossa Senhora do Carmo recebeu a distinção em 21 de setembro de 1919, concedida pelo Papa Bento 15, pela grande veneração que recebe dos fiéis”, informa o frade.

Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Festa de Nossa Senhora do Carmo, padroeira do Recife, no dia 16 de julho de 2017 - Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Devoção a Nossa Senhora do Carmo, padroeira do Recife - Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Nossa Senhora do Carmo venerada pelos fiéis na cidade do Recife - Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
A Basílica de Nossa Senhora do Carmo recebeu a 321ª festa em homenagem à santa - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Durante o domingo, foram realizadas missas de hora em hora na basílica e no claustro - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Nossa Senhora do Carmo é a padroeira do Recife - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Dom Antonio Tourinho Neto celebrou uma das missas da manhã - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
A movimentação nos arredores da igreja era intensa, com venda de flores amarelas - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Frades espanhóis iniciaram a tradição de homenagear a santa, no Recife, no fim do século 17 - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Fiéis levaram flores amarelas para render homenagens a Nossa Senhora do Carmo - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
As cores oficiais que remetem à santa são o amarelo e o branco - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Centenas de fiéis lotaram a basílica neste domingo - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Muitos devotos agradeceram por graças alcançadas - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Música, orações e bençãos marcaram missas em homenagem a Nossa Senhora do Carmo - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Construção da Basílica de Nossa Senhora do Carmo foi concluída em 1767 - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
As celebrações a Nossa Senhora do Carmo se encerram neste domingo (16) - Foto: Leo Motta/JC Imagem
-
-
-
-
-
-
-
-
-

 

A cerimônia foi realizada nos jardins da Faculdade de Direito, na Boa Vista, bairro do Centro da cidade, com a presença do então arcebispo de Olinda e Recife, Dom Sebastião Leme, 19 bispos, diversos representes do clero e autoridades civis e militares. De lá, uma multidão em procissão levou o andor com a imagem de Nossa Senhora até o Pátio do Carmo, que ainda era fechado, observa o religioso.

“Houve campanha, na época, para doação do ouro que seria usado na confecção da coroa de Nossa Senhora do Carmo. O povo de Pernambuco e os barões colaboraram bastante”, diz frei Rosenildo. O aniversário de cem anos da coroação canônica será em 21 de setembro de 2019, mas as comemorações começam em 2018 com a 322ª Festa do Carmo, de 6 a 16 de julho, e o Festival Carmelo Canta em 11 de agosto.

Nos dias 18, 19 e 20 de setembro, os carmelitas realizam o Tríduo de Abertura do Ano Jubilar com missas na Basílica do Carmo. “Vamos lançar um livro para contar a história da coroação canônica, com informações de documentos existentes na biblioteca da igreja, e montar exposição com fotografias da cerimônia, também do nosso acervo”, diz frei Messias Oliveira.

Premiação

Coordenador do Festival Carmelo Canta, frei Messias avisa aos participantes que o edital com o regulamento do concurso está disponível no site. “Os concorrentes, maiores de 18 anos, devem gravar a música e anexar o áudio no ato da inscrição. As dez melhores composições serão selecionadas por uma comissão e apresentadas no festival. Os jurados escolherão os três primeiros colocados, que serão premiados financeiramente”, diz ele.

O primeiro lugar receberá R$ 3 mil, o segundo colocado ganhará R$ 2 mil e o terceiro ficará com R$ 1 mil. “Falta definir o local do festival”, avisa Frei Messias. Os carmelitas continuam em campanha com os devotos para a obra de restauração da cúpula da igreja e da imagem de Nossa Senhora do Carmo, da capela-mor da basílica, iniciada em fevereiro deste ano.

Com mais de 2 metros de altura, 250 quilos de peso e feita em madeira nobre, a imagem foi doada aos frades por Dona Maria I, rainha de Portugal nos séculos 18 e 19. Um dos anjos que decoram o trono de Nossa Senhora segura o brasão da Ordem Carmelita, no qual se vê o símbolo do Monte Carmelo e três estrelas representando os profetas Elias e Eliseu, fundadores da ordem, e Nossa Senhora do Carmo, padroeira do Recife. Mais informações sobre o festival podem ser obtidas pelo 81 99850-7292.

Últimas notícias