MONITORAMENTO

CPRH não encontra manchas de óleo em praias de Pernambuco

Na manhã desta quinta, um helicóptero da SDS sobrevoou, por cerca de 1h30, o Litoral Sul de Pernambuco para monitorar as manchas

JC Online
JC Online
Publicado em 17/10/2019 às 11:20
Notícia
Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Na manhã desta quinta, um helicóptero da SDS sobrevoou, por cerca de 1h30, o Litoral Sul de Pernambuco para monitorar as manchas - FOTO: Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Leitura:

*Atualizada às 8h do dia 18 de outubro

De acordo com o diretor de Controle de Fontes Poluidoras da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), Eduardo Elvino, nas praias de Pernambuco não foram encontradas manchas de óleo, diferente de diversos pontos do litoral nordestino. Ele participou do sobrevoo nesta quinta-feira (17) em um helicóptero da Secretaria de Defesa Social (SDS) para monitorar as manchas de óleo, que durou cerca de 1h30. A aeronave percorreu todo o Litoral Sul de Pernambuco, saindo da praia de Boa Viagem, Zona Sul do Recife, até o município de São José da Coroa Grande.

Mesmo após a negativa da CPRH, foram encontradas manchas de óleo na tarde da quinta-feira (17) na praia de São José da Coroa Grande, no Litoral Sul de Pernambuco, e na manhã desta sexta-feira (18) na praia dos Carneiros, em Tamandaré. A informação foi confirmada pelo Secretário de Meio Ambiente da cidade, Manuel Pedrosa.

Barreiras de contenção e de absorção, além de mantas absorventes foram disponibilizadas pela Marinha, a Petrobras e a Transpetro.

"Podemos afirmar que hoje em Pernambuco não tem mancha de óleo. No sobrevoo que fizemos não identificamos nada, todas as prais estão limpas. Hoje, a gente pode afirmar que Pernambuco está livre dessas manchas", disse Eduardo Elvino.

Desde que as primeiras manchas foram identificadas no litoral do Nordeste, 15 praias de Pernambuco receberam vestígios esparsos do material, mas atualmente não há registro de óleo nestas praias, segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

As autoridades pernambucanas afirmam ter encontrado apenas três pequenas manchas, que não estão se deslocando, na cidade de Peroba, em Alagoas.

Com a localização dessas manchas, a CPRH montou um posto de monitoramento em São José da Coroa Grande para dar suporte aos trabalhos que serão feitos a fim de conter as manchas encontradas em Peroba. "O que temos que fazer é agir rápido para evitar que, na subida da maré, elas se desloquem para Pernambuco", afirmou Elvino.

Barreiras de contenção

Durante uma reunião realizada na sede da Capitania dos Portos, na área central do Recife, nessa quarta-feira (16), foi anunciado que a Marinha, a Petrobras e a Transpetro disponibilizaram barreiras de contenção e de absorção, além de mantas absorventes. Esse material poderá ser usado para isolar as manchas ainda no mar, absorver o óleo e retirá-lo das águas.

A Prefeitura de São José da Coroa Grande disponibilizará máquinas e equipamentos necessários para uma possível retirada dos resíduos do barco e posterior transporte dele para um aterro industrial. Além disso, as comunidades de pescadores da região se disponibilizaram a ajudar no monitoramento das praias.

Praias que foram afetadas em Pernambuco*

•Boa Viagem - Recife - oleada/vestígios esparsos

•Praia Del Chifre - Olinda - oleada/vestígios esparsos

•Candeias - Jaboatão dos Guararapes - oleada/vestígios esparsos

•Piedade - Jaboatão dos Guararapes - oleada/vestígios esparsos

•Praias de Gamboa - Ipojuca - oleada/vestígios esparsos

•Praia de Nossa Senhora do Ó - Ipojuca - oleada/vestígios esparsos

•Porto de Galinhas - Ipojuca - oleada/vestígios esparsos

•Pau Amarelo - Paulista - oleada/vestígios esparsos

•Conceição - Paulista - oleada/vestígios esparsos

•Carneiros - Tamandaré - oleada/vestígios esparsos

•Tamandaré - Tamandaré - oleada/vestígios esparsos

•Ilha Cocaia - Cabo de Santo Agostinho - oleada/vestígios esparsos

•Praia do Paiva - Cabo de Santo Agostinho - oleada/vestígios esparsos

•Praia do Forte Orange - Ilha de Itamaracá - oleada/vestígios esparsos

•Catuama - Goiana - oleada/vestígios esparsos

•Ponta de Pedras - Goiana - oleada/vestígios esparsos

*Apesar de afetadas, atualmente não há registro do material nestas praias. Fonte: Ibama

Localidades afetadas

Para saber quais foram as localidades afetadas no Nordeste para clicar aqui.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias