Folia

Alegoria do galo gigante do Galo da Madrugada 2020 apresentada no Recife

O mistério sobre o projeto e conceito do Galo terminou nesta terça (28)

Debora Bruna Oliveira
Debora Bruna Oliveira
Publicado em 27/01/2020 às 19:40
Notícia
Foto: Rodrigo Lobo/Arquivo JC
FOTO: Foto: Rodrigo Lobo/Arquivo JC
Leitura:

Matéria atualizada no dia 28 de janeiro

O mistério sobre o projeto e conceito do Galo da Madrugada de 2020 chegou ao fim nesta terça-feira (28), quando a Prefeitura do Recife e o artista Leopoldo Nóbrega, responsável por confeccionar a alegoria em 2020, apresentaram o grande símbolo do Carnaval pernambucano. O majestoso Galo da Madrugada Gigante, que é erguido na Ponte Duarte Coelho, no centro do Recife, sempre levanta polêmica.

>>> Conheça a camisa oficial do Galo da Madrugada 2020

>>>'Carnaval começa no Galo da Madrugada'. Aprenda a cantar o hino do Galo para o Carnaval 2020

A expectativa é de que ele esteja de pé na madrugada do dia 21 de fevereiro (sexta-feira), data da abertura oficial do Carnaval do Recife 2020. O Galo chega em 2020 pesando sete toneladas - contando a estrutura metálica e toda a parte cenográfica, referente a fantasia que ele veste. Quando pronto e montado, a alegoria chegará a 28 metros de altura.

Leopoldo assina a autoria do projeto pelo segundo ano consecutivo, aliando tecnologia e arte na execução. O Galo deste ano reforça também o conceito da sustentabilidade, fazendo uso de materiais já utilizados na alegoria de 2019. Entre as novidades, a iluminação permitirá que a alegoria fique acesa também à noite.

De acordo com a organização, este ano, o Galo vem ECOfuturista, vestido com resíduos tecnológicos, arte, luzes de LED e contará com a participação de crianças na produção cocriativa de forma inédita.

Artista plástico, designer e cenógrafo, Leopoldo recorre à mesma forma utilizada para construir o Galo de 2019, buscando inspiração na moda para formatar o projeto atual. “Eu queria rever as previsões da “moda futurista” dos anos 60 e repensar como aquela estética geométrica circular padronizada dialogaria com a realidade de hoje. Foi aí que surgiu uma fantasia escultórica, com estrutura modulada de discos de vinil descartados, composta por materiais alternativos e sobras do Galo Artesão (2019), questionando o próprio lixo tecnológico como desejo de consumo e ponto de partida para uma artesania autoral. A sustentabilidade não sai da moda e ela tem seu legado fundamental nessa história”, explicou Leopoldo.

O look do Galo para a folia de 2020 

Utilizando elementos do circo, a gola da vestimenta do Galo é uma referência buscada nos séculos XVI e XVII, mas um elemento sempre presente nos personagens do picadeiro.

As cores escolhidas remetem à explosão de energia da infância. Essas cores estarão, principalmente, em vinis pintados por crianças de 3 a 12 anos e alinhados a placas de LED, fazendo alusão ao "fuxico", a arte de emendar retalhos produzindo um efeito colorido.

Para o rabo do Galo, cada pontinha terá uma estrutura helicoidal, que girará em direções opostas, causando um efeito de movimento com a força do vento. A crista terá um degradê com as cores do arco-íris.

A estrutura da alegoria do galo gigante

O protagonista do Carnaval do Recife contará com iluminação e efeitos digitais. Ao todo, são 38 placas de LED outdoor de alta resolução e mais de mil Clusters de LED que iluminarão a alegoria dia e noite. Cada placa de LED fará parte de um mapa digital com programação sofisticada de efeitos gráficos e luminosos. Para a montagem da alegoria, Leopoldo Nóbrega conta com uma equipe formada por 30 profissionais.

A equipe técnica é composta por artesãos e carnavalescos da Bomba do Hemetério, Arruda e bairros vizinhos.

Quando chegar a hora de ser erguido na Ponte Duarte Coelho, a alegoria, que é feita sob medida para encaixar em um guindaste de 70 toneladas, estão previstas 20 horas de trabalho, a partir do dia 18 de fevereiro.

‘Vocês vão ficar chocados’

Responsável por assinar a peça no Carnaval também em 2019, Leopoldo Nóbrega garantiu ao Jornal do Commercio , antes da coletiva de apresentação oficial, que neste ano deixaria todos “chocados”. Desta vez, a maior figura da folia recifense se erguerá na Ponte Duarte Coelho com o tema 'O Galo Circense de Olho no Futuro', em sintonia com o tema do Carnaval da capital pernambucana 'O universo do circo, a criança e a cultura popular'. 

“Eu vou apresentar todo o projeto e vocês vão ficar chocados!”, frisou Leopoldo.

Veja outras alegorias do Galo da Madrugada em anos anteriores

 

 Relembre o Galo da Madrugada nos anos anteriores

2019

Em 2019, o Galo da Madrugada faz uma homenagem às mulheres: costureiras, cantoras, organizadoras, carnavalescas, passistas, e outras mulheres que de alguma forma o ajudaram a se consolidar como o maior bloco de Carnaval do mundo.

Chamada de “Galo Artesão”, a alegoria teve roupa confeccionada com 50% de tecidos reutilizados do Polo de Confecção de Pernambuco. A peça teve um visual inspirado no jeans e em elementos afro.

2018

A decoração do ano de 2018 fez uma homenagem ao frevo. De sombrinha em punho, o Galo esteve coberto com 700 penas de PVC, com direito a 15 inéditas estamparias e grafismos criados especialmente para a folia. A execução do Galo Gigante da Ponte, foi realizada pelo iluminador e cenógrafo Edson Lira, especializado em elementos decorativos tridimensionais e de grande porte. A cabeça e os foram esculpidos manualmente pelo artesão Mestre Tonho, famoso por suas figuras e bonecos em cenografias de Carnaval e presépios natalinos de cidades como Olinda. 

2017

Em 2017, um dos maiores símbolos do Carnaval de Recife e também de Pernambuco, o Galo da Madrugada foi grafitado. Quem assinou a alegoria foi o apresentador e artista plástico Flávio Barra. 

2016

No ano de 2016 o Galo contou com a assinatura do artista plástico Sávio Araújo e desfilou com diversas referências. A crista/coroa do Galo representou o Maracatu Nação Porto Rico, a lança simbolizou o Clube Misto Pão Duro, e os óculos representaram o Maestro Forró e o cantor Chico Science, que completaria 50 anos em 2016.

2015

Sob o tema “Asas da América, Asas para o Frevo”, em homenagem ao compositor caruaruense Carlos Fernando, a alegoria o Galo de 2020 surgiu diferente. Articulada, movimentando a cabeça e as asas, além de trajar uma roupa brilhante de lamê nas cores roxa, vermelha e dourada. O Galo de 2015 foi criado por Sávio Araújo.

2014

As principais obras do escritor Ariano Suassuna foram retratadas nos carros alegóricos e fantasias do desfile do Galo da Madrugada, que homenageou o dramaturgo em 2014. Foi o 37º desfile da agremiação, que teve como confeccionador o artista plástico Sávio Araújo.

2013

No ano de 2013, a escultura, assinada pelo artista plástico Sávio Araújo, foi batizada de Galo Maestro da Ponte e prestou condolências aos dois homenageados do Carnaval do Recife: Naná Vasconcelos, que foi  lembrado pela estampa africana do colete do galo, e Alcir Lacerda, com uma máquina fotográfica pendurada no pescoço.

2012

Em 2012, as peças do galo gigante vieram de Igarassu e foram idealizadas pelo artista plástico Sávio Araújo. O ano contou com uma novidade que poderia ser vista sobretudo à noite, com uma nova iluminação da escultura. 

Foto: Rodrigo Lobo/Arquivo JC
2002 - Foto: Rodrigo Lobo/Arquivo JC
Foto: Arnaldo Carvalho/ JC Imagem
2003 - Foto: Arnaldo Carvalho/ JC Imagem
Foto: Marcos Michael/Acervo JC
2004 - Foto: Marcos Michael/Acervo JC
Foto: Marcos Michael/Acervo JC
2005 - Foto: Marcos Michael/Acervo JC
Foto: Marcos Michael/Acervo JC
2006 - Foto: Marcos Michael/Acervo JC
Foto: Alexandre Auler/Acervo JC
2007 - Foto: Alexandre Auler/Acervo JC
Foto: Hélia Scheppa/Acervo JC
2008 - Foto: Hélia Scheppa/Acervo JC
Foto: Renato Spencer/Acervo JC
2009 - Foto: Renato Spencer/Acervo JC
Foto: Marcos Michael/Acervo JC
2010 - Foto: Marcos Michael/Acervo JC
Foto: Chico Porto/Acervo JC
2011 - Foto: Chico Porto/Acervo JC
Foto: Rodrigo Lobo/Acervo JC
2012 - Foto: Rodrigo Lobo/Acervo JC
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
2013 - Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
2014 - Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
2015 - Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: André Nery/JC Imagem
2016 - Foto: André Nery/JC Imagem
Foto: Gustavo Belarmino/NE10
2017 - Foto: Gustavo Belarmino/NE10
Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
2018 - Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
2019 - Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
2020 - Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias