Zona da Mata

Três socioeducandos morrem em rebelião na Funase de Timbaúba

Outros oito jovens ficaram feridos. A situação foi controlada por volta das 2h30

JC Online e Estadão Conteúdo
JC Online e Estadão Conteúdo
Publicado em 25/10/2016 às 7:28
Foto: Reprodução/Timbaúba Agora
Outros oito jovens ficaram feridos. A situação foi controlada por volta das 2h30 - FOTO: Foto: Reprodução/Timbaúba Agora
Leitura:

Atualizada às 11h22

Três socioeducandos entre 17 e 18 anos foram mortos durante um tumulto registrado no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) de Timbaúba, na Zona da Mata Norte do Estado, na madrugada desta terça-feira (25). De acordo com informações iniciais, outros oito jovens infratores ficaram feridos.

Os detentos atearam fogo em movéis e colchões e provocaram diversos danos, mas a rebelião foi controlada por volta das 2h30. Sete feridos foram socorridos para uma unidade de saúde da cidade,  outro sofreu queimaduras e foi transferido para o Hospital da Restauração, na área central do Recife. 

A identidade das vítimas não foi divulgada pela Funase. Segundo os servidores da instituição, o clima no local é de tensão. Agentes que fazem a segurança se queixam da falta de condições de trabalho no local e alertam para o risco de fugas em massa.

Case de Timbaúba

A polícia está investigando a motivação. Neste ano, os reeducandos fizeram duas outras rebeliões na mesma unidade por causa de disputa de grupos rivais. Em 12 de setembro, 12 internos escaparam da unidade. Atualmente, 57 internos estão no local, que tem capacidade para 60 adolescentes entre 15 e 17 anos.

Mais informações no site da TV Jornal.


O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias