OPERAÇÃO RAPOSA

Operação da PF desarticula grupo voltado para o tráfico no Agreste

Operação Raposa cumpre 13 mandados de prisão e outros 13 de busca e apreensão

JC Online
JC Online
Publicado em 21/05/2019 às 8:42
Notícia
Foto: Polícia Federal/Divulgação
Operação Raposa cumpre 13 mandados de prisão e outros 13 de busca e apreensão - FOTO: Foto: Polícia Federal/Divulgação
Leitura:

A Polícia Federal em Pernambuco deflagrou, na manhã desta terça-feira (21), uma operação para desarticular um grupo criminoso especializado no tráfico de drogas. Na denominada Operação Raposa, desde às 5h da manhã estão sendo cumpridos 13 mandados de prisão preventiva e outros 13 de busca e apreensão em Caruaru, São Caetano Bezerros e Limoeiro, cidades do Agreste pernambucano.

A investigação que resultou na Operação Raposa teve início em julho de 2018. Durante apuração, criminosos foram flagrados gerenciando o tráfico de drogas de dentro das penitenciárias, por telefone e durante visitas regulares.

Segundo a PF, entre as 13 pessoas presas, cinco são homens e oito são mulheres, demonstrando que elas estão tomando à frente no controle das atividades criminosas quando seus companheiros são presos em ações policiais.

Efetivo acionado

A operação foi deflagrada por meio da Delegacia de Polícia Federal em Caruaru, com apoio da Polícia Militar de Belo Jardim e Caruaru - 15º BPM e 4ºBPM, contando com 75 policiais federais de 18 policiais militares. Os presos serão levados para a Delegacia da Polícia Federal em Caruaru onde serão indiciados pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. As penas variam de cinco a 20 anos de reclusão.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias