Maior da História

Receita Federal apreende mais de 800 kg de cocaína no Porto de Suape

A carga foi avaliada em mais de R$ 30 milhões

JC Online JC Online
JC Online
JC Online
Publicado em 22/06/2019 às 9:00
Foto: Divulgação/Receita Federal
A carga foi avaliada em mais de R$ 30 milhões - FOTO: Foto: Divulgação/Receita Federal
Leitura:

Cerca de 808,2 quilos de cocaína foram apreendidas pela Receita Federal no Porto de Suape, na última sexta-feira (21). Segundo o órgão a droga foi encontrada em caixas com cargas de bananas e a apreensão foi a maior da história no complexo portuário. A carga foi avaliada em mais de R$ 30 milhões.

De acordo com o delegado da Alfândega, Carlos Eduardo Oliveira, a descoberta aconteceu após um vistoria. "Um trabalho de rotina da Receita Federal em Suape, onde examinaram as imagens do raio-x e teve uma exportação daqui para a Bélgica de três containers de banana. Em um deles a imagem estava estranha e quando abriu o container para verificar, se observou algo que seria droga", detalhou.

Procedimento

A investigação agora irá ser conduzida pela Polícia Federal. "Nesse caso, pode ser o exportador, o transportador. Não podemos afirmar com certeza quem são os envolvidos, por isso que sempre que pegamos armas ou drogas passamos para eles", explicou Carlos Eduardo.

Sergio Moro

O Ministro da Justiça e Segurança Pública parabenizou à Receita Federal pela apreensão realizada. 

"Parabéns à Receita Federal. Ainda bem que o Congresso rejeitou a proposta de proibi-la de atuar somente em crimes tributários. Queremos contar com os auditores no nosso projeto de Fusions Centers nas fronteiras. Falo sobre o projeto em outra oportunidade" escreveu Moro em seu perfil do Twitter.

Nordeste na rota do tráfico

O delegado da Alfândega destacou que com a maior fiscalização no Porto de Santos, em São Paulo, principal complexo portuário da América Latina, os traficantes buscam outras rotas no país para movimentar as drogas. “É natural que eles procurem Fortaleza, Recife e Salvador. E foi agora por Suape”, disse.

No ano de 2011, foram achados 530 kg da droga. Que, até então, era a maior apreensão da história do Porto de Suape.

Últimas notícias