CONDENAÇÃO

Ex-policial militar é condenado a 60 anos de prisão por cometer quatro homicídios

Os crimes aconteceram em abril de 2008

JC Online
JC Online
Publicado em 04/11/2019 às 14:22
Notícia
Foto: Arquivo JC
Os crimes aconteceram em abril de 2008 - FOTO: Foto: Arquivo JC
Leitura:

Um ex-policial militar foi condenado a 60 anos de prisão por cometer quatro homicídios no dia 6 de abril de 2008. Uma das vítimas era uma adolescente com a qual o ex-PM matinha um relacionamento amoroso. O homem, identificado como Marcos Paulo Luiz de Lima, foi preso quando estava em uma via pública do bairro de Marcos Freire, em Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife (RMR), na última quinta-feira (31). 

Segundo o delegado Alessandro Orico, no momento da prisão, Paulo Careca, como é conhecido, resistiu a abordagem. “Ele reagiu. Levantou a camisa, parecia que ia puxar uma arma de fogo, contudo, era uma carteira funcional da polícia que ele jogou para próximo da nossa equipe”, explicou o delegado. Questionado se possuía alguma arma de fogo, o homem respondeu que não. No entanto, a entrada da polícia na casa onde mora não foi permitida pela esposa do ex-policial militar. 

Vítimas 

A Polícia Civil disse que uma das vítimas fatais foi uma adolescente com quem Paulo Careca mantinha um relacionamento e que a motivação do crime foi ciúmes. “Ele chegou a se separar da atual esposa para viver esse relacionamento e, por ciúmes, acabou tirando a vida dessa adolescente e de mais três pessoas”, comentou o delegado. 

Segundo Orico, duas vítimas ainda chegaram a ser socorridas, mas não resistiram aos ferimentos. 

Perfil violento 

Testemunhas ouvidas durante as investigações informaram que Paulo Careca é um homem “extremamente perigoso”. “As pessoas da localidade o temem”, comentou o delegado. “No momento em que nós o identificamos e fomos colocar a algema, ele não nos permitiu. Nós tivemos que utilizar a força para prendê-lo”, disse. 

O homem foi conduzido para a Delegacia de Polícia do Ibura, Zona Oeste do Recife, e após as formalidades legais, será recolhido para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, Região Metropolitana do Recife (RMR). 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias