EUA

Chris Brown obrigado a ficar nas Filipinas por denúncia de seita cristã

Cantor não teria realizado show para o qual havia sido contratado

Da AFP
Da AFP
Publicado em 22/07/2015 às 12:54
Foto: HECTOR RETAMAL /AFP
Cantor não teria realizado show para o qual havia sido contratado - FOTO: Foto: HECTOR RETAMAL /AFP
Leitura:

As autoridades filipinas impediram o cantor de R&B americano Chris Brown de abandonar o país nesta quarta-feira depois que ele foi acusado por uma organização religiosa de não dar o show para o qual havia sido contratado em dezembro de 2014.

A seita cristã conservadora Igreja de Cristo afirma que o artista não apareceu para o show que daria em 31 de dezembro e o acusou de  "manobras para obter dinheiro de forma fraudulenta". 

A justiça pediu ao astro de 26 anos que consiga uma autorização governamental indicando que não tem obrigações legais nas Filipinas, segundo Elaine Tan, porta-voz do escritório de imigração. O cantor explicou que não pôde viajar às Filipinas em dezembro passado porque perdeu seu passaporte.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias