GAFE

Em programa ao vivo, Galvão Bueno pede para atleta cadeirante ficar de pé

Além de Fernando, no estúdio também estava Lars Grael, que teve uma das pernas amputadas e anda com a ajuda de uma muleta

JC Online
JC Online
Publicado em 19/08/2016 às 12:50
Foto: Reprodução/Internet
Além de Fernando, no estúdio também estava Lars Grael, que teve uma das pernas amputadas e anda com a ajuda de uma muleta - FOTO: Foto: Reprodução/Internet
Leitura:

A transmissão dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro parece estar sendo um desafio para Galvão Bueno. Nessa quinta-feira (18), após vitória de Usain Bolt, o narrador pediu para que todos os convidados que estavam no programa ao vivo ficassem de pé para cantar o hino nacional da Jamaica, país de Bolt. Galvão só parecia não lembrar que o paratleta Fernando Fernandes, cadeirante, estava no estúdio.

 

"Vamos lá, todos em pé por favor. Nós vamos ouvir com muito respeito o hino da Jamaica", pede Galvão. Após fala do também convidado e humorista Marcelo Adnet, o paratleta responde "por isso nem levantei. Deixa eu ficar sentado", descontraindo o climão que poderia tomar conta do estúdio após o erro de Bueno.

Além de Fernando, no estúdio também estava Lars Grael, que teve uma das pernas amputadas e anda com a ajuda de uma muleta.

Fernando Fernandes, já participou do reality show Big Brother Brasil e perdeu o movimento das pernas após um acidente de carro. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias