Bloqueio

Olavo de Carvalho tem contas suspensas pelo Facebook

Escritor denuncia que está sendo 'censurado' de várias formas

JC Online
JC Online
Publicado em 15/08/2018 às 17:26
Foto: YouTube/Reprodução
Escritor denuncia que está sendo 'censurado' de várias formas - FOTO: Foto: YouTube/Reprodução
Leitura:

O escritor, professor e jornalista Olavo de Carvalho, conhecido pelo seu forte posicionamento de direita, informou no início da tarde desta terça-feira (14), em sua conta no Twitter, que duas páginas administradas por ele no Facebook foram bloqueadas por trinta dias. Com esta atitude, o escritor, cujas páginas têm cerca de 400 mil curtidas, fica impossibilitado de usar a rede social em grande parte do período eleitoral.

“Recebi um aviso de que minhas duas páginas do FB estarão bloqueadas por trinta dias, por conta de uma piadinha que fiz tempos atrás contra uma dupla de celerados – Carlos e Jorge Velasco –, que fazia anos vinham cometendo contra mim toda sorte de crimes por meio do próprio Facebook sem que a alta sensibilidade moral que esta organização se arroga mostrasse diante disso a menor inconformidade”, escreveu Olavo. “O uso da ‘Central de Ajuda’ também está bloqueado”, acrescentou o escritor.

Não é a primeira vez que Olavo é bloqueado no Facebook. Em agosto de 2015, o jornalista foi suspenso após denúncias de postagens imorais e ofensivas. Na época, o jornalista dizia estar sofrendo uma "censura ideológica", chamou o site de Mark Zuckeberg de "Foicebook", e chegou a pensar em abrir a sua própria rede social. Em janeiro de 2016, o jornalista denunciou novamente a ação da rede no Twitter. "Minha conta do Facebook foi novamente suspensa. Vamos furar o muro da censura", escreveu.

Em seu canal no YouTube, Olavo de Carvalho publicou nesta terça-feira (14) um depoimento sobre estes bloqueios de suas redes sociais. No vídeo, ele conta que sua esposa também teria sido bloqueada e que as contas dele no PagSeguro e no Twitter foram suspensas.

VEJA O VÍDEO:

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias