europa

Negociações sobre reforma grega começam na próxima quarta-feira

O recém-eleito governo grego vinha tentando evitar que a reunião para discussão das reformas acontecesse em Atenas

Da ABr
Da ABr
Publicado em 09/03/2015 às 21:00
Foto: AFP
O recém-eleito governo grego vinha tentando evitar que a reunião para discussão das reformas acontecesse em Atenas - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

A Grécia e especialistas da chamada troika, composta pela Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional darão início, na quarta-feira (11), em Bruxelas (Bélgica), às negociações sobre as reformas propostas pelo governo grego no último dia 23 de fevereiro.

O chefe do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, disse nesta segunda-feira (9), após reunião com ministros da Fazenda da zona do euro, que já se perdeu muito tempo tentando definir quem participará das negociações e onde elas serão realizadas.

O recém-eleito governo grego, que tinha prometido durante campanha eleitoral abandonar as negociações com a troika, vinha tentando evitar que a reunião para discussão das reformas acontecesse em Atenas, por causa do desgaste político que o evento poderia gerar. A estratégia gerou atraso nas negociações, o que desagradou ministros da zona do euro.

Dijsselbloem enfatizou que as reformas são condição para a liberação de novos fundos de emergência para a Grécia. “Não há conversa sobre desembolsos se não houver acordo e se as reformas não forem implementadas”.

Entre as reformas propostas pela Grécia estão o combate à evasão de impostos e à corrupção e a redução de 16 para 10 do número de ministérios do governo, diminuindo o gasto do setor público.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias